A ROTA DAS CERVEJARIAS ARTESANAIS DE SANTA CATARINA: ANALISANDO IMPROVISAÇÕES E APRENDIZAGENS - The Craft Breweries Route in Santa Catarina: Analyzing Improvisation and Learning

Leonardo Flach

Resumo


Este artigo tem por objetivo descrever e compreender os processos de improvisação e possíveis implicações na aprendizagem em cervejarias artesanais. A pesquisa partiu de um estudo multicaso com cinco organizações que compõem a rota das cervejarias artesanais de Santa Catarina, localizadas nas cidades de Blumenau, Indaial, Timbó e Pomerode. A coleta de dados foi realizada a partir das histórias de dez sujeitos sobre suas trajetórias de aprendizagem desde o ingresso nas cervejarias, relatos de improvisações realizadas, com auxílio do roteiro de entrevistas semiestruturadas, observações diretas e análise de documentos. Os dados foram analisados por meio do método de análise interpretativa. O arcabouço teórico da aprendizagem situada e da improvisação está fundamentado em uma epistemologia interpretativista e um paradigma socioconstrucionista.  A partir dos dados coletados e da literatura, considera-se que a improvisação emerge nas organizações para lidar com problemas não premeditados que exigem resolução imediata, tendo articulação direta com um processo prévio e posterior de aprendizagem. Considera-se que esta pesquisa permite abrir uma discussão sobre a articulação da improvisação com a aprendizagem nas organizações, sobre as percepções dos indivíduos sobre improvisação nas organizações, suas vantagens e desvantagens, os motivos pelos quais se realiza o improviso, improvisos realizados nas organizações pesquisadas.


Texto completo:

pp. 567-594 PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................