“COISAS DE RH”: UM ESTUDO QUALITATIVO DAS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE PROFESSORES DE OUTRAS ÁREAS SOBRE A ÁREA DE RH.

Márcio André Leal Bauer, Angela Beatriz Scheffer Garay, Lucas Socoloski Gudolle, Alexandre Costa

Resumo


 

Este trabalho é fruto de um recorte de um projeto de pesquisa que objetivou identificar as representações sociais de alunos e professores de cursos de Administração a respeito da área de concentração Recursos Humanos – ou seja, como são pensadas atribuições, atuação e perfil dos profissionais e da área. Este artigo baseia-se nas representações sociais de professores de outras áreas sobre a área de RH. Buscou-se construir um texto reflexivo sobre a área, de forma a problematizar não só a relação entre o discurso e a prática no ambiente organizacional, mas também no âmbito acadêmico. Percebeu-se que a área é representada de forma ambígua. De um lado, é vista como sendo hipócrita no tratamento, enroladora e manipuladora, que ajuda a manter um discurso falacioso, pois vê o ser humano como recurso, ao mesmo tempo em que afirma que ele é o centro. Do outro, é representada como uma área soft, cercada de ingenuidade e romantismo, que desconsidera evidências empíricas e históricas e a própria fisiologia humana. Sendo assim, é uma área menosprezada pela parte executiva da empresa, não tendo uma posição estratégica como a de marketing e finanças.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................