UMA PESQUISA QUE NÃO ESTÁ NO GIBI: UM ESTUDO COM COLECIONADORES DE REVISTAS EM QUADRINHOS - A Research that is Not in the Comic Book: a Study with Comic Magazines Collectors

Luciano José Martins Vieira, Neusa Rolita Cavedon

Resumo


 

O presente exercício etnográfico tem como objetivo identificar as peculiaridades da relação existente entre colecionadores porto-alegrenses de histórias em quadrinhos (HQs) de superaventura com as suas revistas. O referencial teórico aborda as HQs de superaventura e as principais características da cultura do consumo, focando em uma de suas consequencias, o colecionismo. Para a coleta de dados foram utilizadas as técnicas de observação participante com idas a campo na Feira do Gibi de Porto Alegre e foram realizadas entrevistas com expositores e frequentadores do evento. Os resultados apontam que o colecionar HQs extrapola a dimensão utilitária do consumo pois as revistas são adquiridas para serem conservadas e lidas novamente por representarem aspectos da vida do colecionador e serem fonte de satisfação para ele, proporcionando, inclusive, uma sensação de obtenção de alguma forma de imortalidade. As coleções não iniciam deliberadamente, mas uma vez constituídas, a busca e aquisição de novos itens ocorrem com regularidade e a formação do acervo segue critérios definidos. A cogitação da retirada de um item da coleção é considerada algo negativo. O colecionar envolve o consumo contínuo já que as coleções nunca estarão completas, pois sempre existirão novas revistas interessantes para serem adquiridas.

 


Texto completo:

pp. 1-33 PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................