LEITURA: QUADRO CONCEITUAL DA PRÁXIS NAS ORGANIZAÇÕES QUE INOVAM - Reading: Conceptual Framework of Praxis in Organizations That Innovate

Valdecir Pereira Uveda, Eric Charles Henri Dorion, Cristine Hermann Nodari, Silvana Regina Ampessan Marcon

Resumo


A escrita dividiu a história da humanidade e revolucionou as formas de produção e transmissão de conhecimentos. Neste contexto, este ensaio conceitual exploratório tem por objetivo analisar a leitura como elemento e práxis já utilizada no dia a dia das organizações inovadoras. Essa atividade, praticamente invisível na rotina organizacional, é entendida como possibilidade de diferenciação para as empresas se tornarem espaços inovadores. O pressuposto de estudo considerou o ambiente das organizações inovadoras. A opção por analisar a leitura e seu processo para o desenvolvimento humano e organizacional apoia-se na carência de estudos que aproximem a leitura como uma prática para a inovação nas organizações. Para isso, inicialmente foi feita a revisão do conceito de inovação, e à sua luz foi analisada, numa perspectiva filosófica, a leitura e seu processo para o desenvolvimento humano e organizacional, em vista da inovação. Foi possível assegurar que, a leitura é uma das práticas que, presente nas organizações, contribui para a inovação. Como oportunidade de pesquisas futuras, ressaltou-se a realização de trabalho exploratório empiricamente alicerçado na análise dos chamados atores individual, coletivo e contextual.

Texto completo:

PDF 134-146

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................