INOVAÇÃO E A TEORIA INSTITUCIONAL - Innovation and Institutional Theory

Maria de Fátima Silva, Luciano Antonio Prates Junqueira, Onésimo Cardoso

Resumo


O artigo apresenta uma discussão teórica sobre o tema inovação a partir de Schumpeter, e as contribuições dos autores neo-schumpeterianos articuladas a análise dos constructos da abordagem crítica da Teoria Institucional. O principal objetivo deste artigo é analisar a partir dos constructos da Teoria Institucional o processo de inovação como estratégia organizacional suas contribuições e/ou aspectos da Teoria que impactam o processo da inovação organizacional. Trata-se de ensaio baseado em revisão bibliográfica com ênfase nas obras de Schumpeter e dos neo-schumpeterianos, os quais oferecem análises situadas no campo da economia e da administração. Observa-se pela análise dos resultados que os constructos da teoria Institucional não conseguem dar conta das tensões causadas pelos processos inovadores, uma vez que essas tensões não podem ser eliminadas, pois são inerentes às atividades de inovação, além de ajudarem a energizar o processo da inovação.

DOI:http://dx.doi.org/10.21714/1679-18272016v14n1.p106-114


Texto completo:

PDF 106-114

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................