TRANSPARÊNCIA PARA GERAR CONFIANÇA: AS FUNDAÇÕES EMPRESARIAIS E SUAS PRÁTICAS DE GOVERNANÇA - Characterization of using Open Source ERP Systems for Brazilian and Foreign Companies

Suelen Bevilaqua, Ivam Ricardo Peleias

Resumo


As funções do estado foram delimitadas, reduzindo seu nível de interferência para, em seguida, aumentar sua governança e governabilidade. A administração pública passou a se preocupar com o desenvolvimento e a valorização organizacional, o que requereu a maior participação da sociedade. Funções foram transferidas para fundações empresariais de iniciativa privada, que motivou a melhoria nas práticas de evidenciação. A problemática desta pesquisa foi descobrir se as fundações empresariais objeto desta pesquisa seguem as práticas de governança sugeridas pelo IBGC na evidenciação de informações por meio das websites? A metodologia é de natureza qualitativa, com analise de conteúdo, para analisar os sites das fundações empresariais e verificar se ocorre evidenciação das práticas de governança, na forma proposta pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC). Constatou-se que as fundações costumam usar a mesma logomarca de suas mantenedoras, proporcionando déficit nesta prática, outra prática deficitária foram as informações sobre assembleia, que na maioria não é informada. As fundações, no entanto possui boa prática de governança em relação a sua missão e a da mantenedora. Conclui-se que ainda há muito por fazer para que as fundações atendam as práticas governança sugeridas pelo IBGC.

Texto completo:

PDF 140-153

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................