A IDEOLOGIZAÇÃO DO CONSUMO CONSCIENTE: SOBERANIA DO CONSUMIDOR E LIBERDADE DE ESCOLHA NO CASO DO INSTITUTO AKATU - Title The Ideologisation of Conscious Consumption: Consumer Sovereignty and Free Choice in the Case of Instituto Akatu

Mônica Yoshizato Bierwagen

Resumo


A incorporação de valores ambientais e sociais às escolhas de consumo – o chamado consumo consciente – tem recebido, nos últimos anos, ampla acolhida pela sociedade: economizar água e  energia elétrica, reciclar embalagens, optar por produtos ecologicamente corretos, separar o lixo reciclável, são algumas das atitudes que vão atraindo a atenção dos consumidores para suas escolhas de consumo e como estas impactam a qualidade ambiental. Apesar disso, o consumo consciente tem sido reconhecido como uma estratégia de limitado alcance, pois, ao incentivar mudanças comportamentais no âmbito privado dos consumidores, não coloca em xeque aspectos macroestruturais da crise, vale dizer, uma ordem social orientada por regras de mercado e pelo consumismo. O presente estudo é resultado de pesquisa desenvolvida durante o curso de mestrado, por meio do qual, com subsídios da Análise de Discurso (AD), buscamos identificar as raízes ideológicas do discurso de consumo consciente difundido pelo Instituto Akatu, e assim evidenciar como sua estratégia de fomento ao consumo consciente se constrói, aonde leva, a que interesses atende e, assim, se é capaz de fomentar as transformações nos estilos de vida que a questão ambiental requer.

 

DOI: http://dx.doi.org/10.21714/1679-18272016v14Esp.p75-87


Texto completo:

PDF 75-87

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................