QUEM VIGIA O VIGILANTE? UMA ANÁLISE DA AÇÃO SOCIAL WEBERIANA SOBRE O WIKILEAKS® - Who Watches the Watchmen? An Analysis of Weber Social Action About the Wikileaks®

Ademir Macedo Nascimento

Resumo


Com o slogan “Nós abrimos os governos”, o Wikileaks® surgiu em 2006 com a proposta de funcionar como uma plataforma colaborativa, na qual qualquer pessoa que se interessasse pelo assunto poderia enviar documentos sigilosos ou dar sua opinião sobre os documentos vazados de grandes corporações. Os documentos recebidos e vazados pelo site teriam, então, sua veracidade avaliada pelos internautas interessados. (WIKILEAKS, 2015). Com a consolidação de diversas aplicações ao longo dos anos, Cross e Thomas (2009) e Kirkpatrick (2011) relatam que os usuários começaram a criar novas formas de utilização que afetam tanto o relacionamento pessoal quanto o relacionamento com empresas e governos, como é o caso do Wikileaks®, uma rede de compartilhamento que recepciona documentos vazados de grandes corporações com o intuito de forçar uma maior transparência dos governos e de grandes empresas. É justamente neste ponto onde se encaixa este artigo, uma vez que se pretende avaliar a atuação do Wikileaks® por meio da lente teórica de Max Weber, utilizando o seu princípio da ação social.

Texto completo:

PDF 412-417

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................