ESTRATÉGIAS ORGANIZACIONAIS E O DESEMPENHO DAS EMPRESAS QUE REALIZARAM INITIAL PUBLIC OFFERING (IPO) - Organizational Strategies And Performance Of Initial Public Offering Companies (IPO)

Vilmara Nilda dos Santos, Thiago Bruno de Jesus Silva, Luis Antonio Lay, Leandro Nascimento, Gerson João Valeretto

Resumo


A estratégia utilizada pela empresa varia de acordo com a percepção que os administradores têm do ambiente organizacional e como reagem diante dele para que a empresa se mantenha competitiva. Neste sentido, este estudo objetivou analisar a influência das estratégias organizacionais, com base nas tipologias estratégicas de Miles e Snow (1978), no desempenho econômico-financeiro de empresas listadas na BM&FBovespa que realizaram IPO. A pesquisa é exploratória, com abordagem quantitativa. Para analisar os dados, foram aplicados a Análise Multivariada (ANOVA) e o Teste de Tukey. Os resultados demonstram que a maioria das empresas foram identificadas como analisadoras e prospectoras, respectivamente. Verificou-se que as estratégias apresentam relação significante com os indicadores Imobilização do Patrimônio Líquido, Rentabilidade do Patrimônio Líquido, Rentabilidade do Ativo e Participação de Capitais de Terceiros, nos quais a estratégia prospectora apresentou melhores resultados em relação às demais. Assim, constatou-se que a maioria das empresas adotou a estratégia analisadora, no entanto as organizações que obtiveram melhores resultados foram as prospectoras.

 

DOI: http://dx.doi.org/10.21714/1679-18272017v15n1.p46-60       


Texto completo:

PDF 46-60

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................