ESTRATÉGIA COMO PRÁTICA NA SEGURANÇA PÚBLICA: UM ESTUDO ETNOGRÁFICO - Strategy As A Practice In Public Security: An Ethnographic Study

Duarte Raab Pires, Lilian Soares Outtes Wanderley

Resumo


Neste artigo, focamos em melhor entender percepções dos gestores policiais diante do processo de estratégia, como prática ocorrida na Polícia Rodoviária Federal - PRF, no período de instituição de seu primeiro Plano Estratégico, do início de 2014 até o final de 2016. O estudo foi realizado sob a tradição qualitativa, por meio da abordagem etnográfica, estruturado sob abordagem interpretativa de pesquisa social. A estruturação do trabalho etnográfico que viabilizou atingir os objetivos propostos, se deu por intermédio de uma coleta de dados primários como entrevistas semiestruturadas e observação participante, e secundários por meio da pesquisa documental. Os resultados apontam que, não obstante a pretensão dos gestores nacionais de valorizar o planejamento e a estrutura formal de gestão, os resultados têm sido alcançados por meio do empirismo e da adequação contextual. Todavia, foi o processo que lastreou essa adaptação, o qual foi capitaneado pela cultura organizacional e a influência axiológica de seus servidores, sem deixar de mencionar a própria natureza da atividade, vis-à-vis uma entrega adequada à sociedade, a qual se faz presente por intermédio do envolvimento da instituição com diversos stakeholders ou contrapartes.

DOI: http://dx.doi.org/10.21714/1679-18272017v15n2.p564-575


Texto completo:

PDF 564-575

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




..................................................................................................................................................................................................................................................................................