TECNOLOGIA-PEDAGOGIA DA EXPOSIÇÃO DE SI E DOS OUTROS: UMA DIAGNOSE CIBERCULTURAL DO-NO FACEBOOK

Alexandre Luiz Polizel, Moises Alves de Oliveira

Resumo


Objetiva-se traçar considerações acerca da tecnologia da exposição de si e dos outros, componentes das pedagogias ciberculturais. Este emerge da imersão em um grupo na rede social Facebook, guiado pela analítica do Diagnóstico do presente sob inspirações Foucaultianas e Nietzscheanas. Organiza-se a analise em três eixos: a) Exposição de si; b) Exposição do Outro; e c) Vontades, visibilidades e certezas.

Palavras-chave


Cibercultura. Tecnologias. Regimes de Visibilidade. Pedagogias Culturais.

Texto completo:

PDF

Referências


ARTIÉRRES, P. Dizer a atualidade: o trabalho de diagnóstico em Michel Foucault. In: GRÓS, F. Foucault: a coragem da verdade. São Paulo: Parábola Editorial, 2004. p. 15-38.

DEBORD, G. Sociedade do espetáculo: comentários sobre a sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

DELEUZE, G. Nietzsche e a filosofia. Rio de Janeiro: Editora Rio, 1976.

__________. Post-scriptum sobre as sociedades de controle. In: __________. Conversações, Rio de Janeiro: Editora 34, 1992, p.219-226

__________. Foucault. São Paulo: Brasiliense, 2005.

FOUCAULT, M. Arqueologia do Saber. Rio de Janeiro: Forense, 1986.

__________. A escrita de si. In:__________. O que é um autor? Lisboa: Passagens, 1992, p. 129-160

__________. A vida dos homens infames. __________. (Orgs). O que é um autor? Lisboa: Editora Vega, 2002, p. 89-128

__________. As técnicas de si. In: __________. Ditos e escritos volume IX – Genealogia da ética, subjetividade e sexualidade. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014a, p. 265 -296

__________. Vigiar e Punir: Nascimento da prisão. 42 ed. Petrópolis-RJ: Editora Vozes, 2014b.

__________. História da sexualidade I: A vontade de saber. 3 ed. São Paulo: Paz e Terra, 2015.

HARAWAY, D. Saberes Localizados: a questão da ciência para o feminismo e o privilégio da perspectiva parcial. Cadernos pagu, v.6, 1995, p. 7-41

LATOUR, B. Ciência em ação: como seguir cientistas e engenheiros sociedade afora. 2 ed. São Paulo: Editora UNESP, 2011.

__________. A esperança de Pandora: ensaios sobre a realidade dos estudos científicos. São Paulo: Editora UNESP, 2017

LATOUR, B; WOOLGAR, S. A vida de laboratório: a produção dos fatos científicos. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1997.

MARTINS, C. J. Michel Foucault: filosofia como diagnóstico do presente. 1998. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1998.

NIETZSCHE, F. Obras incompletas. São Paulo: Abril Cultural, 1974.

__________. Humano, demasiado humano. 2 ed. São Paulo: Editora Escala, 2007a.

__________. Aurora. São Paulo: Editora Escala, 2007b.

__________. A vontade de poder. Rio de Janeiro: Contraponto, 2008a.

__________. Sobre verdade e mentira. São Paulo: Hedra, 2008b.

__________. Genealogia da moral: uma polêmica. São Paulo: Companhia das letras, 2009.

__________. A gaia ciência. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

__________. O nascimento da tragédia. São Paulo: Editora Escala, 2013a.

__________. O viajante e sua sombra. São Paulo: Editora Escala, 2013b.

__________. Além do bem e do mal: prelúdio de uma filosofia do futuro. São Paulo: Lafonte, 2017.

SIBILIA, P. Redes ou paredes: a escola em tempo de dispersão. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012.

__________. O homem pós-orgânico: a alquimia dos corpos e das almas à luz das tecnologias digitais. 2 ed. Rio de Janeiro: Contraponto, 2015.

__________. Show do eu: a intimidade como espetáculo. 2 ed. Rio de Janeiro: Contraponto, 2016.

TIBURI, M. Como conversar com um fascista. Rio de Janeiro: Record, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


2007 - 2020 © Hipertextus Revista Digital - ISSN: 1981-6081 - E-mail: hipertextusrevistadigital@gmail.com
Universidade Federal de Pernambuco - Departamento de Letras - Núcleo de Estudos de Hipertexto e Tecnologia Educacional