NARRATIVAS HIPERTEXTUAIS NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA

Jean Carlos da Silva Monteiro, Sannya Fernanda Nunes Rodrigues

Resumo


O presente estudo, parte da investigação de dissertação concluída, apresenta o resultado de uma revisão sistemática da literatura, com a finalidade de identificar artigos que abordem a utilização de Narrativas Hipertextuais na Educação Superior. Realizou-se um recorte metodológico que focou em mapear somente os artigos que apresentam uma proposta didática a partir da utilização das Narrativas Hipertextuais no período de 2005 a 2017.

Texto completo:

PDF

Referências


BOTTENTUIT JUNIOR, João Batista. Concepção, Avaliação e Dinamização de um Portal Educacional de WebQuests em Língua Portuguesa. Tese de Doutoramento em Ciências da Educação, Área de Conhecimento de Tecnologia Educativa. Braga: Universidade do Minho, Instituto de Educação, 2011.

CAETANO, Karen Cardoso; PERES, Heloísa Helena. Metodologia para estruturação de hipertexto aplicado ao ensino de enfermagem. Acta Paulista de Enfermagem (UNIFESP. Impresso), v. 20, p. 175-179, 2007.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 2016.

CAVALCANTE, Marianne Carvalho Bezerra. Mapeamento e produção de sentido: os links no hipertexto. In: MARCUSCHI, Luiz Antônio; XAVIER, Antônio Carlos (Org.). Hipertextos e Gêneros Digitais. 3. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2010.

CECCHIN, Anidene de Siqueira. Práticas de multiletramentos no contexto escolar: investigação de uma abordagem para o ensino de produção de narrativas digitais. 2015. Dissertação (Mestrado em Tecnologias Educacionais em Rede) - Universidade Federal de Santa Maria, Brasil. Disponível em: . Acesso em 17 jul. 2018.

CORRADI, Fábio de Macedo et al. Nós, links e redes. Revista de Biologia e Ciências da Terra: 2001. Disponível em: . Acesso em 01 abr. 2018.

COSTA, Lívia Mariana. Narrativas digitais: construção de propostas educativas para incentivo à leitura e escrita com uso de ferramentas digitais. 2017. Dissertação (Mestrado em Cultura e Sociedade) – Universidade Federal do Maranhão, Brasil. Disponível em: . Acesso em: 17 jul. 2018.

COSTA, Angelo Brandelli; ZOLTOWSKI, Ana Paula Couto. Como escrever um artigo de revisão sistemática. In: KOLLER, Sílvia H. (Org.). Manual de produção científica. Porto Alegre: Penso, 2014.

COUTINHO, Clara; LISBÔA, Eliana. Sociedade da informação, do conhecimento e da aprendizagem: desafios para a educação no século XXI. Revista de Educação, v. 18, n. 1, 2011.

DIAS, Cláudia Augusto. Hipertexto: evolução histórica e efeitos sociais. Ciência da Informação, Brasília: v. 28, n. 3, p.269-277, set./dez. 2016. Disponível em: . Acesso em: 01 abr. 2018.

DE-LA-TORRE-UGARTE-GUANILO, Mônica Cecilia ; TAKAHASHI, Renata Ferreira e BERTOLOZZI, Maria Rita. Revisão sistemática: noções gerais. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 45, n. 5, p.1260-1266, mar., 2011. Disponível em: . Acesso em: 17 ago. 2018.

DIZARD, Wilson. A nova mídia: A comunicação de massa na era da informação. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2000.

FERNANDES, Adriana Almeida. A leitura de hipertexto: uma análise da prática pedagógica de um docente de Língua Inglesa em laboratório de multimídia em uma escola da cidade de Fortaleza-CE. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Linguística Aplicada) - Universidade Estadual do Ceará, Centro de Humanidades. 2009.

GOUGH, David; THOMAS, James; OLIVER, Sandy. Clarifying differences between review designs and methods. Systematic Reviews, v. 1, n. 1, p. 28, 2012.

HARGREAVES, Andy.O Ensino na Sociedade do Conhecimento: a educação na era da insegurança. Porto: Porto Editora, 2003.

JAMUR, Helenice Ramires. O uso do hipertexto em materiais didáticos digitais como forma de interação na educação a distância. Dissertação (Mestrado em Educação) – Setor de Educação, Universidade Federal do Paraná. 2015.

JESUS, Anabela Gomes. Narrativas digitais: uma abordagem multimodal na aprendizagem de inglês. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Minho, Braga. Disponível em: . Acesso em: 27

out. 2018.

LÉVY, Pierre. As tecnologias da Inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. 14. ed. São Paulo: Editora 34, 2012.

KESSLER, Maria Cristina. Hipertexto: um auxílio no processo de ensino-aprendizagem do Cálculo nos cursos de engenharia. In: XXXVII Congresso Brasileiro de Educação em engenharia, 2009, Recife. COBENGE, 2009.

MACÁRIO, Leatrice Ferraz; PEREIRA, Márcia Helena de Melo. A Produção Hipertextual no Ensino Superior: uma análise do uso do blog na educação. Domínios de Lingu@gem, v. 11, p. 753-781, 2017.

MENDES, Ricardo de Oliveira; MALTEMPI, Marcus Vinicius. Caiu na Net: e agora?. BOLEMA: Boletim de Educação Matemática (Online), v. 29, p. 1066-1083, 2015.

SILVA, R. B. Produção no Moodle de hipertextos para ensino do eletromagnetismo do motor elétrico. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, v. 12, p. 2584-2596, 2013.

MIELNICZUK, Luciana. Sistematizando alguns conhecimentos sobre jornalismo na Web. [Porto Alegre: UFRGS], 2003. Disponível em: . Acesso em: 29 jan. 2018.

MONTEIRO, Jean Carlos da Silva. Narrativas Hipertextuais na Educação Superior: uma proposta didática para o ensino de Jornalismo Multimídia. 2019. Dissertação (Mestrado em Cultura e Sociedade) – Universidade Federal do Maranhão, Brasil.

NUNES, Lina Cardoso. O processo de produção de hipertextos em curso superior: alternativa didática para constituir-se como autor. Educar em Revista, Curitiba, v. 1, n.25, p. 301-316, 2005.

PEDRO, Luis.; MOREIRA, António. Os Hipertextos de Flexibilidade Cognitiva e a planificação de conteúdos didácticos: um estudo com (futuros) professores de Línguas. Aveiro: s.n., 2002.

PINHEIRO, Regina Cláudia; ARAÚJO, Júlio. Letramento hipertextual: um amálgama de letramentos demandados em cursos on-line. Trabalhos em Linguística Aplicada, v. 55, p. 401-431, 2016.

POLONIA, Eunice. Projeto Hipertexto para licenciatura em letras-Inglês na modalidade a distância: a aplicação da teoria dos sistemas complexos à construção de conteúdos para um currículo em rede. In: VIII Encontro do CELSUL, 2008, Porto Alegre. Encontro do CELSUL (8.:2008, out: Porto Alegre). Programação e resumos. Pelotas: Educat, 2008. p. 140.

POZO, Juan Ignacio. A sociedade da aprendizagem e o desafio de converter informação em conhecimento. Revista Pátio, Educação ao Longo da Vida, 2004.

PRENSKY, Marc. Digital Natives, Digital Immigrants. MCB University Press, 2001.

PULITA, Edemir; SANTOS, Gilberto. Narrativas hipertextuais e visuais: ressignificações e novos cenários de formação na educação da era digital. In: V Congresso Brasileiro de Informática na Educação, 2016, Uberlândia - MG. Anais do Workshop de Informática na Escola, 2016. p. 649-658.

RAMOS, Altina; FARIA, Paulo; FARIA, Ádila. Revisão sistemática de literatura: contributo para a inovação na investigação em Ciências da Educação. Revista DiálogoEduc., Curitiba, v14, n. 41, p. 17-36, jan/abr/2014.

SAMPAIO, Rosana Ferreira; MANCINI, Marisa Cotta. Estudos de revisão sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Editora Fisio: São Paulo, 2010.

TAPSCOTT, Don. A hora da geração digital: como os jovens que cresceram usando a internet estão mudando tudo, das empresas aos governos. Rio de Janeiro: Agir Negócios, 2010.

TOFFLER, Alvin. A terceira onda. São Paulo: Record, 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


2007 - 2020 © Hipertextus Revista Digital - ISSN: 1981-6081 - E-mail: hipertextusrevistadigital@gmail.com
Universidade Federal de Pernambuco - Departamento de Letras - Núcleo de Estudos de Hipertexto e Tecnologia Educacional