A polifonia na novela “Com meus olhos de cão” de Hilda Hilst: uma aventura pela Estilística da Enunciação

João Augusto Lira

Resumo


Este trabalho trilhará alguns estudos elaborados por pesquisadores da Estilística da Enunciação
e da Filosofia da Linguagem, focalizando os conceitos, definições e classificações das vozes presentes no
discurso. Como a polifonia será analisada em um texto literário, a nossa maior referência são os escritos
teóricos de Mikhail Bakhtin sobre as vozes incidentes no discurso literário. A escolha do texto da
escritora Hilda Hilst foi feita na tentativa de encontrar em uma obra característica da prosa moderna, rica
na utilização de múltiplas vozes, um material em que fosse possível verificar e experimentar o nosso
potencial analítico frente a um corpus repleto das manifestações que pretendíamos estudar.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Autor, concedendo à revista o direito à primeira publicação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN:1984-7408

 

Licença Creative Commons
Esta revista possui trabalhos licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.