Diálogo inesper ado: Már io Faustino e Ruy Belo

Leonardo Gandolfi

Resumo


Nas obras dos poetascríticos
Mário Faustino, brasileiro, e Ruy Belo, português, é possível
ver o quanto a tradição, espaço de potencialidades históricas, motiva um discurso crítico sobre o
trabalho poético caracterizado tanto pela permanência de valores quanto pela inovação. É justamente
a partir de traços como esse que discutiremos a manifesta preocupação de ambos em demonstrar a
força coletiva da poesia e o seu fundamental poder de superação, capaz de enfrentar o tempo e a
morte.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Autor, concedendo à revista o direito à primeira publicação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN:1984-7408

 

Licença Creative Commons
Esta revista possui trabalhos licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.