El doble reflejo: Borges, Stevenson y el juego paródico hacia el concepto de doble

Alexandre Fiori

Resumo


O jogo estabelecido entre a multiplicidade do sujeito e a sua (im)possível unidade
aparece em Jorge Luis Borges como diálogo com a tradição do duplo na literatura, especialmente
com parte da obra de Robert Louis Stevenson. Este trabalho busca identificar características do
duplo em Stevenson e como estas adquiriram formas diversas em função da instância temporal em
um conto de Borges, El otro. Stevenson trata a constituição do ser baseado na divisão conflitiva do
sujeito, enquanto Borges apresenta para o mesmo tema uma nova perspectiva, que tem no tempo e
no espaço, elementos de extrema importância .


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Autor, concedendo à revista o direito à primeira publicação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN:1984-7408

 

Licença Creative Commons
Esta revista possui trabalhos licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.