A CONSTITUIÇÃO DIALÓGICA DO GÊNERO DEPOIMENTO

Ludmila Kemiac

Resumo


No presente trabalho, propomos uma análise da constituição dialógica do
gênero depoimento que figura em revistas femininas. Para isso, analisaremos
um exemplar publicado na revista Marie Claire, adotando o conceito de
gêneros do discurso proposto por Bakhtin (1992 [1953]). Duas questões
norteiam essa pesquisa: 1) O gênero “depoimento” constitui-se como uma
reação-resposta a quê e a quem? 2) Qual (is) a (s) influência (s) da revista na
constituição dialógica do gênero? As análises indicam que esse gênero parece
ser resultado de uma complexa cadeia dialógica na qual há uma importante
mediação da revista.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Autor, concedendo à revista o direito à primeira publicação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN:1984-7408

 

Licença Creative Commons
Esta revista possui trabalhos licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.