O ELEMENTO SOCIAL NAS POÉTICAS DE MÁRIO E OSWALD DE ANDRADE

Rodrigo Corrêa Machado

Resumo


O Modernismo brasileiro foi um dos mais significantes períodos de criação artística
no Brasil. A partir dele os escritores, pintores e artistas em geral começaram a
pensar o Brasil, de maneira a valorizar o elemento nacional e representar a vida
brasileira que se modificava com a industrialização. Para tanto, foi necessário que
os artistas se debruçassem sobre os aspectos sociais presentes na modernidade
nascente. Dessa maneira objetivamos, a partir da leitura de Theodor Adorno
(2003), do Prefácio Interessantíssimo e do Manifesto Pau-Brasil, discutir o caráter
social que os autores Mário e Oswald de Andrade propõem e apresentam nas
obras Paulicéia Desvairada e Pau-Brasil.


Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Autor, concedendo à revista o direito à primeira publicação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN:1984-7408

 

Licença Creative Commons
Esta revista possui trabalhos licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.