A DICOTOMIA DO PRETÉRITO IMPERFEITO DO INDICATIVO: UM ESTUDO DO TEMPO NARRADO E DO TEMPO COMENTADO NO TEXTO JORNALÍSTICO E LITERÁRIO

Naira Carla Castro

Resumo


Este artigo tem por finalidade investigar a dicotomia do pretérito
imperfeito do indicativo, um estudo do tempo narrado e do tempo comentado
em seis textos de domínios discursivos específicos: jornalístico e literário, tendo
por base os pressupostos teóricos de Weinrich (1968), Fiorin (2002) e Koch
(2003). Nesses textos, o questionamento que se faz é se o pretérito imperfeito
do indicativo, como categoria verbal, encontra-se presente tanto no mundo
narrado quanto no mundo comentado. Com a análise, constata-se que o tempo
verbal investigado, sob a teoria discursiva da temporalização, pode ser empregado
nesses dois mundos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Autor, concedendo à revista o direito à primeira publicação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN:1984-7408

 

Licença Creative Commons
Esta revista possui trabalhos licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.