Ethos e estilo em “O livro de Bernardo” de Manoel de Barros

Celso José Cirilo

Resumo


Neste trabalho analisamos o discurso literário do poeta Manoel de Barros
em O livro de Bernardo, tendo o suporte teórico de autores como Maingueneau,
Amossy, Fernandes, Possenti, Discini e outros. Como recorte teórico-analítico,
estudamos o estilo e a cenografia, evidenciando o ethos como a imagem de si que o
locutor projeta ao enunciar, sob a ótica da Análise do discurso de linha francesa.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Autor, concedendo à revista o direito à primeira publicação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN:1984-7408

 

Licença Creative Commons
Esta revista possui trabalhos licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.