O desespero sem fim para os condenados à morte: O teor testemunhal na obra de Primo Levi

Brunna Mayra Conceição

Resumo


Com o intuito de posicionar a obra de Primo Levi, É isto um homem?,
dentro da corrente literária de testemunho e do conturbado momento do segundo
pós-guerra, este estudo procura apontar seus aspectos literários inseridos no atual
debate contemporâneo. Para isso, o valor do texto é analisado segundo conceitos
já enraizados por autores como Seligmann e Agamben, e é expandido em uma
reflexão sobre a importância da memória na sociedade, percorrendo valores presentes
nos direitos humanos e demonstrando que nenhuma experiência humana
pode ser considerada como vazia de conteúdo, mas sim, que lidamos no caso
com condições inscritas para além dos valores mais básicos de nossa sociedade
moderna: está em estudo uma obra inserida em Auschwitz, e dentro do campo
de concentração não existem as mesmas noções de bem e mal, certo e errado.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Autor, concedendo à revista o direito à primeira publicação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN:1984-7408

 

Licença Creative Commons
Esta revista possui trabalhos licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.