A trajetória do ensino de FLE para crianças em uma escola particular de Recife

Lorena Santos

Resumo


Este artigo tem por objetivo descrever o processo
de ensino-aprendizagem do Francês Língua Estrangeira (FLE)
para crianças em uma escola de idiomas em Recife. Por meio
da observação de aulas para um público infantil e da reflexão
teórica de Jean-Pierre Cuq e Isabelle Gruca (2005), que analisam
a abordagem das cinco competências linguísticas sugeridas
pelo Quadro Europeu Comum de Referência para as línguas
(CECR), procuraremos descrever as estratégias utilizadas por
dois professores de FLE para crianças. Esta experiência nos
proporciona importantes elementos para otimizar o ensino
de francês para um público específico e também estimula a
criatividade em sala de aula.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Autor, concedendo à revista o direito à primeira publicação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN:1984-7408

 

Licença Creative Commons
Esta revista possui trabalhos licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.