O cárcere de Cesare Pavese

Eliane Cristina Perry, João Barbosa, Ranieri Mastroberano

Resumo


Este artigo propõe uma análise da obra Il Carcere (O Cárcere), de
Cesare Pavese, através de uma pesquisa dos elementos existenciais do livro.
Nossa intenção é apresentar uma nova possibilidade de leitura a partir do
aspecto do “Existencialismo”. Para tanto, o presente trabalho utiliza as teorias
do filósofo dinamarquês Soren Kierkegaard em seu livro “O Conceito
de Angústia” e demais autores que serão denominados ao longo da pesquisa.
Em primeiro lugar, nós analisaremos o romance, em seguida, apresentaremos
elementos existencialistas presentes na narrativa e por fim uma relação com
outras obras.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Autor, concedendo à revista o direito à primeira publicação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN:1984-7408

 

Licença Creative Commons
Esta revista possui trabalhos licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.