Comunidades de Machões: um percurso acidentado pela retórica e oralidade das poéticas de Gregório de Matos e Bernardo Guimarães

Lucas Bento Pugliesi

Resumo


O presente ensaio recobre algumas possibilidades de leitura comparada
de excertos das poéticas de Gregório de Matos e Bernardo Guimarães
a partir de uma perspectiva historicista que visa observar similitudes retóricas
no cerne de seus heterogêneos fazeres, bem como possíveis aproximações no
que tange os dois contextos de enunciação: a Bahia do Século XVII e a Faculdade
de Direito de São Paulo do XIX.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Autor, concedendo à revista o direito à primeira publicação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN:1984-7408

 

Licença Creative Commons
Esta revista possui trabalhos licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.