Republicanismo, patriotismo, nacionalismo

Andre Berten

Resumo


Neste artigo, partindo da tese liberal e kantiana da prioridade do justo sobre o bem, a autor refere-se, inicialmente, às hesitações de Habermas e Rawls a respeito do estatuto ou do papel dos sentimentos nas motivações morais e políticas. Em seguida, questiona a tese dos sentimentos morais herdada de Hume para explorar a ideia de motivação racional. Por fim, propõe a aplicação dessas questões ao tema debatido “patriotismo/ nacionalismo”.


Palavras-chave


patriotismo; sentimentos morais; motivação racional

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

Esta é uma revista de acesso aberto. Isto significa que todo o conteúdo está disponível de maneira livre e gratuita para o usuário (a) ou para sua instituição. Aos usuários (as) é permitido ler, fazer download, copiar, distribuir, imprimir, fazer buscas e usar o link para os textos completos de artigos ou usá-lo para qualquer outra finalidade legal, sem ter que pedir permissão para editores ou autores. 

Licença Creative Commons
Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva Filosófica está indexada atualmente pelo DIADORIM, pelo Sumário.org, pelo Google Scholar, pela REDIB e pelo LATINDEX.