Moralidade intersubjetiva e política passional: abordagens sobre a dimensão emotiva da luta social

Enrico Paternostro

Resumo


O artigo propõe um cotejo entre duas vertentes contemporâneas de teoria dos movimentos sociais que visam apreender o papel das emoções para a análise do conflito: os estudos de James Jasper, Francesca Polletta e Jeff Goodwin sobre política passional, erigidos sobre as balizas da Teoria do Processo Político; e a Teoria do Reconhecimento de Axel Honneth, onde são lançadas bases para uma renovação da Teoria Crítica. Através de uma revisão bibliográfica, busca-se identificar os pontos de convergência e divergência entre as duas propostas, indicando possibilidades de interlocução capazes de um enriquecimento mútuo entre as abordagens, a despeito das diferenças filosóficas irredutíveis que se verifica entre elas.

Palavras-chave


movimentos sociais, ação coletiva, emoções, reconhecimento

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.