Modernidade e Experiência em “Sobre Alguns Temas Em Baudelaire” De Walter Benjamin

Ângela Lima Calou, Marta Maria Aragão Maciel

Resumo


O presente trabalho objetiva a exposição da reflexão de Walter Benjamin (1891-1940) sobre a estruturação da sensibilidade moderna no ensaio de maturidade Sobre alguns temas em Baudelaire (1939). Neste escrito, o autor berlinense assinala como signo da modernidade a profunda transformação das formas de percepção estética em meio à radicalização do desenvolvimento das forças seculares produtivas. A sensibilidade coletiva, no mundo moderno, pauta-se, para este autor, em uma dinâmica do hiperestímulo que perpassa as múltiplas esferas da vida, transmutando a relação que estabelecemos com a temporalidade, superpondo o choque ao vivido, a consciência à memória, a vivência (Erlebnis) do indivíduo isolado e fragmentado que habita as velozes paisagens citadinas à possibilidade de uma experiência em sentido forte (Erlebnis).

Palavras-chave


Walter Benjamin; Modernidade; Experiência; Sensibilidade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.