Conteúdo Existencial nas Lógicas Aristotélica e Clássica

Diogo Henrique Bispo Dias

Resumo


É comumente dito que a lógica aristotélica é incompatível com a lógica clássica, e o motivo para tal é o modo com o qual a lógica aristotélica lida com o conteúdo existencial de suas proposições. Segundo a posição padrão, Aristóteles pressupõe que todas as proposições categoriais têm conteúdo existencial e, sem tal pressuposto, a lógica aristotélica seria inconsistente. O objetivo deste artigo é mostrar, a partir da análise dos textos de Aristóteles, que esta tese é falsa. Argumentaremos que Aristóteles reconhecia a possibilidade de proposições categóricas com termos vazios, e que isso não afeta a consistência interna da lógica aristotélica. Por fim, mostraremos que, ainda assim, a lógica aristotélica continua sendo incompatível com a lógica clássica.

Palavras-chave


Conteúdo Existencial. Lógica Aristotélica. Quadrado da Oposição. Lógica Clássica.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Diogo Henrique Bispo Dias

Esta é uma revista de acesso aberto. Isto significa que todo o conteúdo está disponível de maneira livre e gratuita para o usuário (a) ou para sua instituição. Aos usuários (as) é permitido ler, fazer download, copiar, distribuir, imprimir, fazer buscas e usar o link para os textos completos de artigos ou usá-lo para qualquer outra finalidade legal, sem ter que pedir permissão para editores ou autores. 

Licença Creative Commons
Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva Filosófica está indexada atualmente pelo DIADORIM, pelo Sumário.org, pelo Google Scholar, pela REDIB e pelo LATINDEX.