Azevedo Amaral e a revista Novas Diretrizes: um projeto de modernização autoritária do Brasil

Maria Fernanda Lombardi Fernandes

Resumo


O objetivo do texto aqui apresentado é empreender a análise da revista Novas Diretrizes, revista fundada e editada por Azevedo Amaral em 1938 e que perdurou até sua morte, em 1942. Serão analisados os editoriais voltados à política interna, todos de autoria de Azevedo Amaral. A análise dos textos poderá contribuir para o entendimento do pensamento do autor para além dos suas obras mais sistematizadas (os livros), ressaltando sua posição como jornalista, atividade que desenvolveu ao longo de toda a vida.


Palavras-chave


autoritarismo; democracia; pensamento brasileiro; pensamento autoritário

Texto completo:

PDF

Referências


ALCÂNTARA, Aspásia B. (1967). “A teoria política de Azevedo Amaral”. In: Revista DADOS, n. 2/3, Rio de Janeiro.

AZEVEDO AMARAL. (1981). O Estado autoritário e a realidade nacional. Brasília: Editora da UNB, 1ª edição 1938.

AZEVEDO AMARAL. (1935). A aventura política do Brasil. Rio de Janeiro: Livraria José Oympio Editora.

AZEVEDO AMARAL, A. e WAINER, Samuel. (1937). Almanack Israelita: Israel no passado e no presente. Rio de Janeiro: s/e.

BASTOS, Elide. R. e MORAES, João. Q. de. (1993). O pensamento de Oliveira Vianna. Campinas: Ed. da Unicamp.

BOTELHO, André. e SCHWARCZ, Lilia. (2009). Um enigma chamado Brasil: 29 intérpretes e um país. São Paulo: Cia. das Letras.

BOTELHO, André. e FERREIRA, Gabriela. N. (2010). Revisão do pensamento conservador: ideias e política no Brasil. São Paulo: Hucitec/Fapesp.

FERRARI, Danilo W. (2008). "Diretrizes: a primeira aventura de Samuel Wainer". (http://www.historica.arquivoestado.sp.gov.br/materias/anteriores/edicao31/materia01/)

GOMES, Angela de C. (2012). "Azevedo Amaral e O século do corporativismo, de Michael Manoilesco, no Brasil de Vargas." in: Sociologia & Antropologia, vol. 02-04, pp. 185-209.

GUERREIRO RAMOS, A. (1961). A crise do poder no Brasil. Rio de Janeiro: Zahar editores.

LAMOUNIER, Bolivar (1979). “Introdução” in: AZEVEDO AMARAL (1981). O Estado autoritário e a realidade nacional. Brasília: Editora da UNB, 1ª edição 1938.

SOUZA, Vanderlei S. de, SANTOS, Ricardo V., COELHO, Mônica C.S., HANNESCH, Ozana, RODRIGUES-CARVALHO, Claudia. (2009). "Arquivo de Antropologia Física do Museu Nacional: fontes para a história da eugenia no Brasil". in: História, Ciência, Saúde-Manguinhos. vol. 16, n. 3. Rio de Janeiro. (http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-59702009000300012)

Revista Novas Diretrizes - (http://hemerotecadigital.bn.br/acervo-digital/novasdiretrizes/122670) - números 1 a 61.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Maria Fernanda Lombardi Fernandes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

I S S N   0 1 0 4  –  7 0 9 4