Vinte anos de Nova República no Brasil: crises institucionais e consolidação democrática

Teofilo Quaresma de Souza

Resumo


Este artigo pretende confrontar duas principais interpretações na ciência política contemporânea sobre o comportamento das instituições democráticas no Brasil. A partir da revisão sistemática dos principais trabalhos produzidos, a análise mostra que há duas abordagens contrastantes no que concerne à interpretação do sistema político brasileiro atual: uma que destaca a fragmentação do poder decisório e outra que enfatiza o caráter concentrador e centralizador.


The main purpose of this paper is to compare two positions on the contemporary recent academic debate in the political science about the functioning of democratic political institutions in the Brazilian democracy. Based on the systematic analysis of the key works in this tradition, the analysis suggests that the rival interpretations about the Brazilian political system are divided in two contrasting strands: one that gives attention to the fragmented decision-making process, and the second one that gives to its centralized features.


Palavras-chave


Instituições políticas democráticas, Nova República, Sistema político brasileiro, Fragmentação do poder decisório, Concentração do poder decisório, Partidos políticos, Eleições, Relações Executivo-Legislativo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Política Hoje - ISSN: 0104-7094

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

I S S N   0 1 0 4  –  7 0 9 4