A Formação de um Lago Artificial: Impactos Ambientais e Perspectivas de Mitigação

Manfred Fehr, Adairlei Aparecida Silva Borges

Resumo


A construção duma usina hidrelétrica e a conseqüente criação dum lago artificial no município de Indianópolis MG trouxeram modificações ambientais substanciais na região. O fato histórico exigiu da população indianopolense a aprender a conviver com um ambiente físico que hoje é visto como área de lazer, mas cuja existência é recente. A aprendizagem é difícil e provoca impactos negativos nos recursos naturais e no ecossistema, tais como a ocupação predatória das margens do lago, a degradação da área por desmatamento, por disposição inadequada de lixo e esgoto, de fossas sépticas e de poços artesianos assim como por métodos inadequados de consumo da água do lago. Este estudo identifica e quantifica os impactos visíveis e elabora uma proposta de monitoramento da área com vistas a uma convivência futura harmoniosa e sustentável da população com o novo lago.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v3.2.p70-77



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License