Carbono no Sistema Solo-planta no Semiárido Brasileiro (Carbon in Soil Plant System of Brazilian Semiarid)

Vanderlise Giongo, Tony Jarbas Ferreira Cunha, Alessandra Salviano Monteiro Mendes, Carlos Alberto Tuao Gava

Resumo


O Semiárido Tropical brasileiro representa 11% do território nacional sendo a Caatinga o Bioma mais representativo. A Caatinga é a forma de vegetação mais resiliente do Brasil. Porém, boa parte de sua área está profundamente antropizada e degradada pois está sob intensa utilização desde o período de colonização. As alterações devido à atividade agropastoril extensiva, associada ao superpastejo; ao extrativismo predatório; à substituição da vegetação nativa por culturas associada ao manejo inadequado do solo e da água modificam o ciclo do carbono (C) e do nitrogênio (N), dois elementos importantes na manutenção da dinâmica dos ecossistemas e que se encontram associados às mudanças climáticas. Os estudos sobre balanço de C e N estão sendo conduzidos em áreas de vegetação nativa e antropizadas, primeiramente relacionadas com a pecuária e a agricultura de sequeiro, por serem as atividades dominantes na região e, posteriormente com a agricultura irrigada, devido ao seu alto impacto no sistema produtivo. Um dos estudos com a avaliação do estoque de carbono na caatinga preservada, caatinga alterada, pastagem com capim buffel e cultivo irrigado de mangueira demonstrou o efeito da antropização com diferentes sistemas de culturas. Para os sistemas estudados a Caatinga preservada possui o maior estoque de carbono enquanto a mangueira o menor.  Paralelamente, o desenvolvimento de tecnologias que viabilizem a agricultura de baixa emissão de carbono na zona semiárida constitui um grande desafio de pesquisa e desenvolvimento. 

Palavras - chave: Caatinga; nitrogênio, mudança climática 

 

Carbon in Soil Plant System of Brazilian Semiarid 

 

ABSTRACT

The Brazilian Tropical Semiarid represents 11% of the country being the Caatinga Biome more representative. The Caatinga is the most resilient vegetation of Brazil. However, much of its area is deeply disturbed and degraded as it is under heavy use since the period of colonization. Changes due to extensive agropastoral activity, associated with overgrazing, the predatory extraction, the replacement of native vegetation by crops associated with inadequate change management of soil and water the cycle of carbon (C) and nitrogen (N), two important elements the maintenance of ecosystem dynamics and are associated with climate change. Studies of C and N balance are being conducted in areas of native vegetation and disturbed, primarily to rainfed agriculture and livestock, as they are the dominant activities in the regionand later with irrigated agriculture, due to its high impact on production system. One study with the assessment of carbon stocks in preserved caatinga, changed caatinga, buffel grass pasture and irrigated mango crop demonstrated the effect of anthropic with different culture systems. For the systems studied, the preserved Caatinga has the largest stock of carbon, while the mango crop, the lowest. In parallel, the development of technologies that enable the farming low carbon in semiarid zone is a major challenge to research and development.

Keywords: Caatinga; nitrogen, climate change


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v4.6.p1233-1253



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License