Concentração de Material Particulado (PM10) na Região de Tangará da Serra-MT, Sul da Amazônia Legal (Particulate Matter Concentration in Tangará da Serra Region, Southern Legal...)

Patricia Simone Palhana Moreira, Rivanildo Dallacort, Idilaine de Fatima Lima, Rafael Cesar Tieppo, Cristiano Santos

Resumo


O objetivo do presente trabalho foi analisar as concentrações de material particulado presente na atmosfera de Tangará da Serra-MT, e correlacioná-los com as variáveis meteorológicas, informações de saúde e com o número de focos de queimada no Estado de Mato Grosso. Os dados de material particulado foram amostrados diariamente a cada 5 minutos, com auxilio do coletor DataRam4, no período de agosto de 2008 a julho de 2009. Os dados meteorológicos foram disponibilizados pelo Instituto Nacional de Meteorologia - INMET, o qual possui uma estação meteorológica instalada na Universidade do Estado de Mato Grosso – UNEMAT. A média de concentração do período foi de 30,1 ug.m-3. Os meses de agosto, setembro e outubro apresentaram concentrações mais altas de material particulado, nestes meses também ocorreram os maiores números de queimadas no Estado. Nos meses em que foram registrados os picos de concentração, houve dias em que os padrões de qualidade do ar foram ultrapassados. No mês de outubro, que foi o de maior concentração, as médias diárias ultrapassaram 150 ug.m-3 em três dias. As concentrações de material particulado (PM10) foram altas apenas em um período relativamente curto, de apenas três meses, nos demais meses as concentrações foram baixas, não ultrapassando os limites de qualidade do ar.

 

A B S T R A C T

The aim of this work was to analyze the atmospheric particulate matter concentrations in Tangara da Serra MT, and correlate them with meteorological variables, health information and the number of fire spots in Mato Grosso State. The particulate matter data were sampled every five minutes daily with a DataRam4 collector, from August 2008 to July 2009. Meteorological data were acquired from the National Institute of Meteorology - INMET, which has a weather station at the Mato Grosso State University - UNEMAT. The average concentration for the period was 30.1 ug.m-3. The months of August, September and October showed higher concentrations of particulate matter, in these months also occurred the highest number of fire spots in the State. In the months that had the concentrations peak, there were days when the air quality standards were exceeded. In October, which had the highest concentration, the daily average exceeded 150 ug.m-3 in three days. The concentrations of particulate matter (PM10) were high, but only in a relatively short period of three months, in the remaining months the concentrations were low, not exceeding the limits of air quality.

Keywords: Meteorological Variables, Fire Spots, Meteorology.

 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v7.6.p1145-1152



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License