Estudos no âmbito do setor de extração de diamantes em Angola e seus impactos socioeconômicos (Studies on the extraction of diamonds in Angola and their socioeconomic impacts)

Jacinto Tchipa Daniel Cumena, José Alves Ferreira Neto, Alanna Eduarda Silva Carvalho, Patrícia Aparecida Ferreira de Souza

Resumo


Este trabalho teve como foco o estudo do setor diamantífero em Angola, avaliando os aspetos produtivos, sua evolução bem como a relação histórica e o impacto do setor na sociedade angolana. O país é o quarto maior produtor mundial de diamante.  Analisou-se a variação da produção paralelamente à receita e o preço médio do bem mineral no país entre o ano de 2005 a 2016. Também foram analisados os aspetos produtivos da mina de Catoca, a quarta maior mina a seu aberto do mundo verificando-se a variação do teor contido, e a relação estéril-minério entre 2006 e 2015. No contexto histórico, a criação e implementação do processo Kimberley reduziu significativamente a quantidade de diamantes provenientes de áreas de conflito.  Nos próximos anos prevê-se um aumento considerável da capacidade de produção do recurso no país, com a abertura de várias minas, tendo como principal a mina do Luaxe.

 

 

A B S T R A C T

The aim of this article was the study of the diamond sector in Angola, evaluating the productive aspects, its evolution as well as its historical relation and the impact of the sector in the angolan society. The country is the world's fourth largest diamond producer. The production variation was analyzed in parallel with the revenue and the average price of the mineral good in the country between 2005 and 2016. The production aspects of the Catoca mine, the fourth largest open mine in the world, were also analyzed, as well as the variation of the contained content and the ore-waste ratio between 2006 and 2015. In the historical context, the creation and implementation of the Kimberley process, significantly reduced the amount of diamonds coming from conflict areas. In the coming years, a considerable increase in the production capacity of the resource is expected in the country, with the opening of several mines, with the main one being the Luaxe mine.

Keywords: Angola; Diamond Production; Kimberley Process.


Palavras-chave


Geossistemas

Texto completo:

PDF

Referências


AGOSTINHO, F.P., 2011. Guerra em Angola, as heranças da luta de libertação e a guerra civil. Tese (Mestrado). Lisboa, Academia Militar.

AMUNDSEN, Inge, 2011. ANGOLA BRIEF. Partidos políticos em Angola: Na tendência africana Volume 1 No. 10, 1-4.

ANGONOTÍCIAS, 2016. Maior diamante descoberto em Angola tem 404 quilates. Disponível: http://www.angonoticias.com/Artigos/item/49830/maior-diamante-descoberto-em-angola-tem-404-quilates. Acesso: 23 out. 2016.

CATOCA, 2017. Relatórios. Disponível: http://www.catoca.com/informacoes_relatorio.asp. Acesso: 30 dez. 2016.

CATOCA, 2017. Processo de mineração. Disponível:http://www.catoca.com/mineracao_processo.asp. Acesso: 30 dez. 2016.

CATOCA, 2017. Mineração, Mina. Disponível: http://www.catoca.com/mineracao_mina.asp. Acesso: 30 dez. 2016.

DNPM, Departamento Nacional de Produção Mineira, 2017. Diamante. Disponível: http://www.dnpm.gov.br/dnpm/publicacoes/serie-estatisticas-e-economia-mineral/outras

-publicacoes-1/5-3-diamante/view. Acesso: 10 set. 2016.

ENDIAMA, 2016. História. Disponível: http://www.endiama.co.ao/quem-somos/histori a/2. Acesso: 20 mar. 2017.

ENDIAMA, 2017. Produção industrial de diamantes. Disponível: http://www.endiama.c o.ao/producao-de-diamantes/producao-industrial/producao-industrial-de-diamantes/39. Acesso: 11 jul. 2017.

ENDIAMA, 2017. Processo de Kimberley. Disponível: http://www.endiama.co.ao/dese nv-sustentavel/processo-de-kimberley/74. Acesso: 25 jul. 2017.

ENDIAMA, 2018. Processo de Kimberley. Disponível: http://www.endiama.co.ao/inves tir/areas-de-investimento/areas-para-investir/27. Acesso: 30 abr. 2018.

FERREIRA NETO, J. A. Mineralogia e gênese dos solos de uma vertente do Planalto de Diamantina - MG – Parque Estadual do Biribiri – Serra do Espinhaço - MG. (Dissertação de mestrado). PUC Minas. Programa de Pós Graduação em Geografia: Tratamento da Informação Espacial. Belo Horizonte, 2012.

GEO. Banco de Dados Mundial, 2014. Disponível: Site: https://geobancodedados.wordpres s . com/2014/11/25/diamante/. Acesso: 25 fev. 2017.

HOHLFELDT, Antonio; Carvalho, C.C., 2012. A imprensa angolana no âmbito da história da imprensa colonial de expressão portuguesa. História do Jornalismo, XXXIV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação v.35, n.2, p. 87.

INE. Instituto Nacional de Estatística, 2014. Resultados definitivos do recenseamento geral da população e da habitação de angola 2014. Luanda.

KIMBERLEY PROCESS, 2017. About. Disponível: https://www.kimberleyprocess.com/en/ab out. Acesso: 25 fev. 2017.

MACAUHUB, 2017. Produção de diamantes da Sociedade Mineira de Catoca de Angola atinge 7,2 milhões de quilates em 2016. Disponível: https://macauhub.com.mo/pt/2017/ 01/04/diamond-production-of-sociedade-mineira-de-catoca-in-angola-reaches-7-2-million-carats-in-2016/. Acesso: 14 abr. 2017.

MACAUHUB, 2017. Produção de diamantes de Angola duplica com exploração do quimberlito de Luaxe. Disponível: https://macauhub.com.mo/pt/2017/05/25/pt-producao-de-diamantes-de-angola-duplica-com-exploracao-do-quimberlito-de-luaxe/. Acesso: 20 ago. 2017.

MARQUES, Rafael. Diamantes de Sangue Corrupção e Tortura em Angola. 1.ª edição. Rua João de Freitas Branco, 35A 1500-627 Lisboa, Editora tinta-da-china, Lda 2011. PAC. Parceria África Canadá, 2004. Revista anual da indústria dos diamantes. Ottawa Canadá. Julh.2004.

OLIVEIRA, N. M., 2009. A política de conteúdo local e a indústria naval brasileira. Trabalho de conclusão de curso. Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ.

PAC. Parceria África Canadá, 2005. Revista anual da indústria dos diamantes. Ottawa Canadá. Junh.2004.

PAC. Parceria África Canadá, 2005. Revista anual da indústria dos diamantes. Ottawa Canadá. Junh.2005.

PAC. Parceria África Canadá, 2007. Revista anual da indústria dos diamantes. Ottawa Canadá. Nov.2007.

PRINSLOO, G., Spektorov, Y., Linde, O., 2011. Disponível: http://www.bain.com/Ima ges/PR_BAIN_REPORT_The_global_diamond_industry.pdf. Acesso: 22 Mar. 2017.

SANTOS, E.G., 2015. The kimberley process certification system - KPCS and diamond production changes in selected African countries and Brazil. Tese (Doutorado). Rio de Janeiro, UFRJ.

SÊCO, S. L. R. Sobre a prospecção de diamantes em Angola - formações de kimberlitos e de depósitos secundários. 2009. 182 p. Dissertação (Mestrado) - Curso de Geologia Operacional, Departamento de Ciências da Terra, Universidade de Coimbra, Coimbra, 2009.

SVIZZERO, D.P, 2006. As múltiplas facetas do diamante. REVISTA USP, São Paulo, n.71, p. 52-69.

THE WORD BANK, 2016. Angola: Aspetos gerais, panorama econômico. Disponível: http://www.worldbank.org/pt/country/angola/overview. Acesso: 3 Mar. 2017.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v12.4.p1212-1230

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License