USO E OCUPAÇÃO DA ORLA MARÍTIMA NOS MUNICÍPIOS DE TIBAU E GROSSOS (RN): MECANISMOS PARA UMA GESTÃO COSTEIRA INTEGRADA

André Luiz Braga Silva, Maykon Targino da Silva, Rodrigo Guimarães de Carvalho

Resumo


As regiões costeiras são ambientes extremamente dinâmicos e agregam diferentes valores. Diante disso, o intuito da presente pesquisa foi realizar uma caracterização referente ao uso e a ocupação da orla marítima dos municípios de Grossos e Tibau (RN). Para isso, realizou-se a classificação da orla, segundo os conceitos do projeto Orla, e a quantificação da ocupação. Os resultados mostraram que as orlas marítimas de ambos os municípios possuem fortes interferências antrópicas, apresentando classes de orla marítima A, B e C. As classes encontradas evidenciaram os seguintes valores: 47% em processo de urbanização, 45% não urbanizada e 8% com urbanização consolidada. Assim, conclui-se que a área necessita de um plano de ordenamento do uso e ocupação do solo que seja concebido mediante o controle social, de modo que se possa obter uma Gestão Integrada das orlas marítimas.

 

 

Use and occupation of the coastline in the municipalities of Tibau and Grossos (RN): Mechanism for integrated coastal management

 

A B S T R A C T

The coastal regions are extremely dynamic environments and add different values. Therefore, the aim this paper was to characterize the use and occupation of the coastal zone of the municipalities Grossos and Tibau (RN). For this, the classification of the coastal zone was carried out according to the concepts of the Orla project, and quantification of the occupation. The results showed that the coastal zone of both municipalities have strong anthropic interference, presenting classes of coastal zone A, B and C. The classes found showed the following values: 47%, in the urbanization process, 45% not urbanized and 8% with urbanization consolidated. Thus, it is concluded that the area needs a plan of land use and occupation that is conceived through social control, so that an integrated management of the coastal zone.

Keywords: Coastal management, urbanization, sustainability.


Palavras-chave


Gerenciamento costeiro, Urbanização, Sustentabilidade.

Texto completo:

PDF

Referências


Araújo, M. C. B.; Souza, S. T.; Chagas, A.C.O.; Barbosa, S. C. T.; Costa, M. F. 2007. Análise da Ocupação Urbana das Praias de Pernambuco, Brasil. Revista da Gestão Costeira Integrada 7, 97-104.

Barragán Muñoz, J. M. 1997. Ordenación, planificación y gestión del espacio litoral. Barcelona: Oikos-Tau.

Correia, L. J. A.; Oliveira, V. P. V.; Maia, J. A. 2015. Evolução das Paisagens e Ordenamento Territorial de Ambientes Interioranos e Litorâneos. Expressão Gráfica e Editora, Fortaleza.

Hall, C. M. 2001. Trends in ocean and coastal tourism: the end of the last frontier? Ocean & Coastal Management 44, 601-618.

Muehe, D. 2001. Critérios morfodinâmicos para o estabelecimento de limites da orla costeira para fins de gerenciamento. Revista Brasileira de Geomorfologia 2, 35-44.

Silva, M. T.; Grigio, A. M.; Carvalho, R. G.; Medeiros, W. D. A.; Paranhos Filho, A. C. 2015. Variação da linha de costa na região adjacente à Foz do Rio Apodi-Mossoró por sensoriamento remoto. Revista Brasileira de Geografia Física 8, 967-980.

Tessler, M. G.; Goya, S. C. 2005. Processos costeiros condicionantes do litoral brasileiro. Revista do Departamento de Geografia 17, 11-23.

TULIK, O. 2001. Turismo e meios de hospedagem: casas de temporada. São Paulo, Roca.

Moraes, A. C. R. 2007. Contribuições para a gestão da zona costeira do Brasil: elementos para uma geografia do litoral brasileiro. São Paulo: Annablume, 232.

Gruber, N. L. S.; Barboza, E.G.; Nicolodi, J. L. 2003. Geografia dos sistemas costeiros e oceanográficos: Subsídios para gestão integrada da zona costeira. GRAVEL 1, 81-89.

Lopes, D. N.; Grigio, A.M.; Silva, M. T. 2017. Mapeamento das áreas de vulnerabilidade ambiental e natural do município de Tibau - RN. Anuário do Instituto de Geociências, 41, 80-88.

MMA. Ministério do Meio Ambiente. 2006. Projeto Orla: Fundamentos para gestão integrada. Brasília.

COSTA, C. R. R. 2012. Turismo, produção e consumo do espaço litorâneo. Geografia em questão. V.05, N. 01, pág. 147-162.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v12.7.p2617-2628

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License