O terceiro verso da modernidade: o inexistente conceito de tradição e o conceito de tradição modernizada a partir da sociologia da moral

Ricardo Cortez Lopes

Resumo


este trabalho procura refletir sobre um conceito que é utilizado na sociologia e na antropologia de maneira irrefletida: o conceito de tradição. Que nunca é definido claramente, mesmo que possua usos políticos, como o de a ser negação da modernidade tanto no sentido de práticas quanto no de mentalidades. Nesta empreitada vamos primeiramente fazer uma revisão dos usos do conceito que os clássicos e alguns dos seus seguidores empreenderam, para em um segundo momento começar a definir a tradição com o auxílio de Charles Taylor e de Roberto Damatta, buscando aplicar a lógica da multiplicidade à um conceito que nos parece engessado. Chegamos, assim, à tradição primitiva, à tradição axial e à tradição modernizada, as quais exploraremos em nosso texto.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista de Estudos e Investigações Antropológicas
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE – Brasil
reiappga@gmail.com