Os desdobramentos do debate sobre os conceitos de Natureza e Cultura em Tim Ingold

Berlano Bênis França de Andrade

Resumo


A partir de uma revisão bibliográfica do antropólogo britânico Tim Ingold, procuraremos nos debruçar no debate que emerge na antropologia a respeito da dualidade entre natureza e cultura. O percurso que faremos procurará inicialmente delimitar os termos do debate no qual as contribuições do autor poderão ser apresentadas. Assim, o debate acerca de como a antropologia vem lidando com a chave natureza/cultura dará os contornos iniciais pelos quais transitará nossa revisão. Isto será feito a partir de dois eixos: no que concerne a relação entre evolução e História e noções de humanidade e animalidade. 


Texto completo:

PDF

Referências


DESCOLA, Philippe & PALSSON, Gísli. 2001. Naturaleza y sociedad. Perspectivas antropológicas. México: Siglo Veintiuno

GEERTZ, Clifford. 1989. “O impacto do conceito de cultura sobre o conceito de homem”. In: A interpretação das Culturas. Rio de Janeiro: LTC

INGOLD, Tim. 1995. Humanidade e animalidade. Revista Brasileira de Ciências Sociais.(http://www.cdsa.ufcg.edu.br/portal/outras_paginas/arquivos/aulas/marcio_caniello/introd_a_antropologia/INGOLD_Humanidade_e_Animalidade.pdf; acesso em 17/12/15)

INGOLD, Tim. 2006. Sobre A Distinção Entre Evolução e História. Antropolítica n. 20, p.17-36. (http://www.uff.br/antropolitica/revistasantropoliticas/revista_antropolitica_20.pdf; acesso em 17/12/15)

INGOLD, Tim. 2007. Introdução a O que é um animal? Antropolítica, 22: 129-150. (www.uff.br/antropolitica/revistasantropoliticas/revista_antropolitica_22.pdf; acesso em 17/12/15)

INGOLD, Tim. 2011. Gente como a gente: O conceito de homem anatomicamente moderno. Ponto Urbe. Edição 9. (http://www.pontourbe.net/edicao9-traducoes/213-gente-como-a-gente-o-conceito-de-homem-anatomicamente-moderno; acesso em 17/12/15).

INGOLD, Tim. 2012. Diálogos Vagueiros: Vida, Movimento e Antropologia: Entrevista com Professor T. Ingold Edição 9. (http://pontourbe.revues.org/334; acesso em 17/12/15)

MATURANA, Humberto. 2002. Emoções e linguagem na educação e na política. Belo Horizonte: Ed. UFMG

SAUTCHUK, Carlos Emanuel; STOECKLI, Pedro. 2012. O que é um humano? Variações da noção de domesticação em Tim Ingold. Anuário Antropológico/2011-II, 2012: 227-246

STRATHERN, Marilyn. 2014. “Sem Natureza, sem cultura: o caso Hagen” In O efeito etnográfico e outros ensaios. São Paulo: Cosac & Naify.

WOLFF, Francis. 2012. Nossa Humanidade: de Aristóteles às neurociências. São Paulo: Unesp.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.