Moralidades midiáticas, drogas e violência no Brasil

Vanderlan Francisco Silva

Resumo


Este texto discute o processo de construção de sensibilidades da mídia brasileira sobre drogas e violência. Partimos de um conjunto de visões produzidas e veiculadas pela imprensa ”policialesca”, esta quase sempre se baseando em dados fornecidos pelas policias militar e civil. Além de reportagens nas quais procuramos identificar os valores morais, através dos discursos proferidos por jornalistas para classificar suspeitos de crimes, estabelecemos o cotejamento dos dados apresentados pela mídia e policias com dados oficiais de outras fontes, visando testar a veracidade das informações fornecidas pelos primeiros ao vincularem de maneira “automática” a relação entre uso de drogas ilegais e produção de homicídios. O trabalho foi desenvolvido a partir de fontes secundárias, tais como reportagens sobre criminalidade e dados estatísticos. Observou-se que não existe uma relação de causa e efeito direta entre o uso de drogas e violência homicida. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista de Estudos e Investigações Antropológicas
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE – Brasil
reiappga@gmail.com