Empoderamento jurídico e humanizado: uma vivência na form(ação) de Promotoras Legais Populares

Taíse Souza Barfkencht

Resumo


O presente estudo propõe uma análise sobre a 17ª formação de Promotoras Legais Populares (PLPs) realizada no bairro Lomba do Pinheiro pela Organização Não-Governamental (ONG) Themis – Gênero, Justiça e Direitos Humanos. Este curso objetiva empoderar mulheres por meio da educação popular, focada em conhecimentos de cidadania e Direito. A partir da observação participante nas aulas, o estudo visa entender a formação e técnicas de atendimento de mulheres vítimas de violência. Sob a luz da perspectiva antropológica, compreende que a transformação individual e coletiva proporcionada pelo curso não ocorre somente através do conhecimento jurídico, mas também na humanização e sensibilidade no trato durante atendimentos. A pesquisa revelou que esta abordagem pode ser fundamental para fornecer apoio às mulheres atendidas nos espaços formais e promover o acolhimento de diferenças, bem como fortalecer e ressignificar a trajetória das líderes comunitárias.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.