Adesão ao tratamento de pessoas com excesso de peso

Dandara Caroline de Andrade Amorim, Cassia Morais Coutinho, Cátia Suely Palmeira

Resumo


RESUMO

Objetivo: identificar os fatores que influenciam a adesão ao tratamento de pessoas com excesso de peso. Método: estudo descritivo-exploratório, com abordagem quantitativa, realizado em um ambulatório de referência em obesidade, com 88 pessoas de ambos os sexos com excesso de peso. Os dados foram coletados por meio de questionário estruturado, apresentados em tabelas e figura, e analisados de maneira descritiva. Resultados: dificuldade em seguir a terapêutica (65%), não realiza atividade física (54,5%). Dos 73,9% que informaram seguir a dieta, 46,2% faziam de forma regular. Principais motivos para não realizar atividade física: limitações físicas (37,3%), falta de tempo (31,3%) e falta de motivação/disciplina (25,0%); motivos para não seguir a dieta: dificuldade com os horários das refeições (58,5%), disponibilidade financeira (46,2%) e quantidade dos alimentos (38,5%). Conclusão: os entrevistados apresentam dificuldades específicas em aderir ao tratamento. Há necessidade de uma abordagem individualizada e adequada ao perfil da população. Descritores: Obesidade; Cooperação do Paciente; Tratamento; Enfermagem.

ABSTRACT

Objective: to identify the factors that influence treatment adherence of overweight people. Method: this is a descriptive-exploratory study with a quantitative approach, carried out in a reference outpatient clinic in obesity, with 88 people of both genders and having overweight. The data were collected through a structured questionnaire, presented in tables and figures, and analyzed in a descriptive way. Results: difficulty in following therapy (65%), did not perform physical activity (54.5%). In 73.9% who reported following the diet, 46.2% did it on a regular basis. The main reasons for not doing physical activity are physical limitations (37.3%), lack of time (31.3%) and lack of motivation/discipline (25.0%). The reasons for not following the diet were: difficulty with mealtimes (58.5%), financial availability (46.2%) and quantity of food (38.5%). Conclusion: the interviewees had specific difficulties in adhering to the treatment. There is a need for an individualized and adequate approach to the population profile. Descriptors: Obesity; Patient Cooperation; Treatment; Nursing.

RESUMEN

Objetivo: identificar los factores que influyen en la adherencia al tratamiento de personas con exceso de peso. Método: estudio descriptivo-exploratorio, con enfoque cuantitativo, realizado en un ambulatorio de referencia en obesidad, con 88 personas de ambos sexos con exceso de peso. Los datos fueron recogidos por medio de un cuestionario estructurado, presentados en tablas y figura, y analizados de manera descriptiva. Resultados: dificultad en seguir la terapia (65%), no realizar actividad física (54,5%). De los 73,9% que informaron seguir la dieta, 46,2% lo hacían de forma regular. Principales motivos para no realizar actividad física: limitaciones físicas (37,3%), falta de tiempo (31,3%) y falta de motivación/disciplina (25,0%); motivos no seguir la dieta: dificultad con los horarios de las comidas (58,5%), disponibilidad financiera (46,2%) y cantidad de los alimentos (38,5%). Conclusión: los entrevistados presentan dificultades específicas en adherirse al tratamiento. Hay necesidad de um enfoque individualizada y adecuada al perfil de la población. Descriptores: Obesidad; Cooperación del Paciente; Tratamiento; Enfermería.


Palavras-chave


Obesidade; Cooperação do paciente; Tratamento; Enfermagem

Texto completo:

PDF (English) PDF


DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v10i6a11257p4788-4796-2016



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios