The child and their family in primary health care

Luma Guida Menezes, Lia Leão Ciuffo, Aline Pereira Gonçalves, Juliana Rezende Montenegro Medeiros de Moraes, Tania Vignuda de Souza, Elisa da Conceição Rodrigues

Abstract


Objective: to analyze the role of primary health care nurses in the care of children and their families. Method: this is a qualitative, descriptive study with fifteen nurses. Data were collected through semi-structured interviews guided by a script with the following question << What is the role of nurses in child care in primary health care? >>. For the analysis of the speeches, the technique of Content Analysis in the Categorical Analysis modality was used. Results: two categories emerged: Child follow-up through the Childcare consultation and Group consultations as a strategy for guiding the child and their families. Conclusion: the role of the nurse is analyzed by the child's biopsychosocial and family context in the identification of health problems, in the detection of risk situations and vulnerabilities, and in the guidance relevant to each case. Descriptors: Nursing; Nursing Consultation; Primary health Care; Child Health; Child; Family.

Resumo

Objetivo: analisar a atuação do enfermeiro da atenção primária em saúde na assistência à criança e sua família. Método: trata-se de estudo qualitativo, descritivo, com quinze enfermeiros. Realizou-se a coleta de dados por meio de entrevistas semiestruturadas guiadas por um roteiro com a seguinte questão << Qual a função do enfermeiro na assistência à criança na atenção primária em saúde? >>. Utilizou-se, para a análise das falas, a técnica de Análise de Conteúdo na modalidade Análise Categorial. Resultados: emergiram-se duas categorias: Acompanhamento da criança por meio da consulta de Puericultura e Consultas em grupo como estratégia de orientação da criança e suas famílias. Conclusão: perpassa-se a atuação do enfermeiro pelo contexto biopsicossocial e familiar da criança na identificação de problemas de saúde, na detecção de situações de risco e vulnerabilidades e nas orientações pertinentes a cada caso. Descritores: Enfermagem; Consulta de Enfermagem; Atenção Primária à Saúde; Saúde da Criança; Criança; Família.

Resumen

Objetivo: analizar el papel del enfermero de atención primaria de salud en el cuidado de los niños y sus familias. Método: se trata de un estudio cualitativo, descriptivo con quince enfermeros. Los datos fueron recolectados a través de entrevistas semiestructuradas guiadas por un guión con la siguiente pregunta << ¿Cuál es el papel del enfermero en el cuidado infantil en la atención primaria de salud? >>. Para el análisis de los discursos, se utilizó la técnica de Análisis de Contenido en la modalidad de Análisis Categórico. Resultados: surgieron dos categorías: Seguimiento del niño a través de la consulta de Puericultura y Consultas grupales como una estrategia para guiar al niño y sus familias. Conclusión: el papel del enfermero está impregnado por el contexto biopsicosocial y familiar del niño en la identificación de problemas de salud, en la detección de situaciones de riesgo y vulnerabilidades, y en las orientaciones relevantes para cada caso. Descriptores: Enfermeira; Consulta de Enfermeira; Atención Primaria a la Salud; Salud del Niño; Niño; Família.


Keywords


Nursing; Nursing Consultation; Primary health Care; Child Health; Child; Family.

References


Brasil. Ministério da Saúde. Política Nacional de Atenção Básica. Portaria nº 2.436, de 21 de setembro de 2017. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Brasília DF: Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica; 2017 [acesso 10 out 2018]. Disponível em: http://www.saude.df.gov.br/wp-conteudo/uploads/2018/04/Portaria-n%C2%BA-2436-2017-Minist%C3%A9rio-da-Sa%C3%BAde-Aprova-a-Pol%C3%ADtica-Nacional-de-Aten%C3%A7%C3%A3o-B%C3%A1sica.pdf

Brasil. Ministério da Saúde. Saúde da criança: crescimento e desenvolvimento. Cadernos de Atenção Básica n.º 33 [informe na Internet]. Brasília, DF: Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica; 2012 [acesso 15 Dez 2018]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_crianca_crescimento_desenvolvimento.pdf

Brasil. Ministério da Saúde. Universidade Federal do Maranhão. UNA-SUS/UFMA. Saúde da criança e a Saúde da Família: atenção à saúde da criança no primeiro ano de vida [Internet]. São Luís; 2014a. [citado 2018 Out 06]. Disponível em: https://ares.unasus.gov.br/acervo/bitstream/handle/ARES/1654/Mod6.Un1.pdf?sequence=1&isAllowed=y

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria 1.130, de 05 de agosto de 2015. Institui a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC) no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília (DF), 2015 ago 6; Seção I, p. 37. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2015/prt1130_05_08_2015.html

Liu L, Oza S, Hogan D, Perin J, Rudan I, Lawn JE, et al. Global, regional and national causes of child mortality in 2000-13, with projections to inform post-2015 priorities: an update systematic analysis. Lancet. [Internet]. 2015 Jan 31 [cited Mar 20, 2019];385(9966): 430-40. Available from: http://www.thelancet.com/journals/ lancet/article/PIIS0140-6736(14)61698-6/fulltext.

Moreira MDS, Gaiva MAM. Abordagem do contexto de vida da criança na consulta de enfermagem. Rev Pesq Cuid Fundam. 2017[citado em 2018 out 12]; 9(2):432-440. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/5433/pdf_1

Reichert APS, Guedes ATA, Pereira VE, Cruz TMAV, Santos NCCB , Collet N. Primeira Semana Saúde Integral: ações dos profissionais de saúde na visita domiciliar ao binômio mãe-bebê. Rev enferm UERJ. 2016 [citado em 2018 out 19]; 24(5):e27955.Disponível em: http://www.facenf.uerj.br/v24n5/v24n5a11.pdf

Rocha GST, Filho ACAA, Nunes BMVT, Rocha SS. Prática educativa do enfermeiro na consulta de enfermagem à criança na perspectiva de Madeleine Leininger. Rev Enferm UFPI. 2015 [citado 2018 out 23];4(2):124-9. Disponível em: http://www.ojs.ufpi.br/index.php/reufpi/article/view/3522/pdf

Gubert FA, Santos DAS, Pinheiro MTM, Brito LLMS, Pinheiro SRCS, Martins MC.

Protocolo de Enfermagem para consulta de puericultura. Rev Rene. 2015 [citado 2018 set 28]; 16(1):81-9. Disponível em: http://periodicos.ufc.br/rene/article/view/2666/2051

Poghosyan L, Norful AA, Martsolf GR. Primary care nurse practitioner practice characteristics: barriers and opportunities for interprofessional teamwork. J Ambul Care Manage. [Internet]. 2017 Jun [cited Mar 12, 2019];40(1):77-86. Available from: https://www.ncbi. nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5484049/.

Fontanella BJB, Luchesi BM, Saidel MGB, Ricas J, Turato ER, Melo DG. Amostragem em pesquisas qualitativas: proposta de procedimentos para constatar saturação teórica. Cad Saúde Pública [Internet]. 2011[cited 2018 Oct 02];27(2):389-94. Available from: http://www.scielo.br/pdf/csp/v27n2/20.pdf [ Links ]

Nascimento LCN, Souza TV, Oliveira ICS, Moraes JRMM, Aguiar RCB, Silva LF. Saturação teórica em pesquisa qualitativa: relato de experiência na entrevista com escolares. Rev. Bras. Enferm. [Internet]. 2018 Fev [citado 2019 Abr 04] ; 71( 1 ): 228-233. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672018000100228&lng=pt. http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0616.

Bardin L. Análise de conteúdo. 6ª ed. Lisboa: Edições 70; 2011.

Pereira MM, Penha TP, Vieira DS, Vaz EMC, Santos NCCB, Reichert APS. Prática educativa de enfermeiras na atenção primária à saúde para o desenvolvimento infantil saudável. Cogitare Enferm. 2015 [citado 2018 dez 28]; 20(4): 761-767. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/41649/26746

Suto CS, Laura TA, Costa LE. Childcare: the nursing consultation in basic health units. J Nurs UFPE Online [serial on the Internet]. 2014 [access: 2017 Jun 24];8(9):3127-3133. Avaliable from: DOI: https:// doi.org/10.5205/1981-8963-v8i9a10034p3127-3133-2014

Baratieri T, Soares LG, Botti ML, Campanini AC. Consulta de enfermagem em puericultura: um enfoque nos registros de atendimentos. Rev Enferm UFSM 2014 [citado 2018 nov 18];4(1):206-216. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/8553/pdf

Radcliffe J, Schawrz D, Zhao H. The MOM Program: home visiting in partnership with pediatric care. Pediatr [Internet] 2013 [cited 2019 Mar 14];132(2):S153-9. Available from: http://pediatrics.aappublications.org/content/pediatrics/132/Supplement_2/S153.full.pdf [ Links ]

Bernardo FMS, Rouberte ESC, Costa EC et al. Cuidado ao lactente para mães em consultas de puericultura: intervenção em sala de espera. Rev enferm UFPE on line. 2017[citado 2018 nov 18]; 11(12):5129-38. Disponível em: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v11i12a25152p5129-5138-2017

Ribeiro SP, Oliveira DS, Fernandes SLSA, Felzemburgh RDM, Camargo CL. O quotidiano de enfermeiras na consulta em puericultura. Rev enferm UERJ. 2014 [citado 2018 jan 21]; 22(1):89-95. Disponível em: http://www.facenf.uerj.br/v22n1/v22n1a14.pdf

Martins DP, Góes FGB, Pereira FMV, Silva LJ da, Silva LF da Silva, Silva MA. Conhecimento de nutrizes sobre aleitamento materno: contribuições da enfermagem. Rev enferm UFPE on line. 2018[citado 2019 mar 10]; 12(7):1870-8. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/231338/29452

Amorim LP et al. Preenchimento da Caderneta de Saúde da Criança nos serviços de saúde em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Epidemiol Serv Saude. 2018 [citado 2019 jan 19]; 27(1):e201701116. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/ress/2018.v27n1/e201701116/pt

Jensen SKG, Bouhouch RR, Walson JL, Daelmans B, Bahl R, Darmstadt GL, et al. Enhancing the child survival agenda to promote, protect, and support early child development. Semin Perinatol. [Internet]. 2015 Aug 5 [cited Mar 10, 2019];373-86. Available from: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S014600051500049X.[ Links ]

Brito SNC, Cecchetti VEM, Almeida NJ, Toso BRGO, Collet N, Reichert, APS. Presença e extensão dos atributos de atenção primária à saúde da criança em distintos modelos de cuidado. Cad. Saúde Pública [Internet]. 2018 [citado 2019 jan 31] ; 34( 1 ): e00014216. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2018000105011&lng=en.

Damasceno SS, Nóbrega VM, Coutinho SED, Reichert APS, Toso BRGO, Collet N. Saúde da criança no Brasil: orientação da rede básica à Atenção Primária à Saúde. Ciênc saúde coletiva [Internet]. 2016 [citado 2019 jan 18] ; 21( 9 ): 2961-2973. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232016000902961&lng=en.

Furtado MCC, Mello DF, Pina JC, Vicente JB, Lima PR, Rezende VD. Ações e articulações do enfermeiro no cuidado da criança na atenção básica. Texto Contexto Enferm 2018 [citado 2019 jan 18]; 27(1):e0930016. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v27n1/0104-0707-tce-27-01-e0930016.pdf




DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963.2019.241426



Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios