LIMITES E DESAFIOS NO USO DAS TICs PARA A PRÁTICA DOCENTE DE GEOGRAFIA NA RMR DE RECIFE – PE

Luiz Carlos dos Prazeres Serpa Alfino, Rodrigo Dutra Gomes

Resumo


Com o advento da Sociedade Informacional, no transcurso do século XX ao XXI, a integração das TIC (Tecnologia de Informação e Comunicação) no ensino de Geografia trouxe a consciência dos limites e apresentou grandes desafios à prática docente. O objetivo do trabalho foi investigar a incorporação das TIC na prática dos professores de Geografia, nas escolas técnicas e de referência da RMR, buscando compreender limites e desafios. Além de pesquisas de outras experiências foram realizadas entrevistas com professores das EREMs e ETEs de Recife, e posterior comparação e discussão dos dados. Constatou-se que limites e desafios no processo de integração das TIC, no ensino de Geografia, têm sido percebidos como um fenômeno global, que envolve desde implicações na formação, a dificuldades ao nível do ensino e da infraestrutura presentes na realidade sociocultural dos professores. Percebeu-se que o ensino com as TIC requer conhecimento técnico e pedagógico, sistematizado em uma base teórico-metodológica para que resultados promissores sejam alcançados. A irreversibilidade das tecnologias na Sociedade Informacional tem exigido dos professores seu enquadramento em uma linguagem tecnológica, o que constitui um dos grandes desafios, sem o qual a reflexividade e criatividade de sua prática não ocorrem.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJ
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES

 

 

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.