A MOBILIZAÇÃO DE PAIS E RESPONSÁVEIS PARA PARTICIPAÇÃO EFETIVA NOS CONSELHOS ESCOLARES

Débora Paula Martins da Silva, Lenise Patrícia de Souza

Resumo


Este trabalho apresenta reflexões sobre as experiências vivenciadas no campo de estágio da disciplina de Pesquisa e Prática Pedagógica– Estágio supervisionado em gestão educacional, e discute os resultados de ações interventivas realizadas em uma escola da rede municipal do Recife/PE. A intervenção voltada para o Conselho Escolar foi sugestão da gestora da escola. A necessidade de convidar esses pais e responsáveis a compor o conselho escolar e conhecer seus representantes surgiu devido à carência de engajamento desse segmento nas pautas gerais da escola e na vida escolar de seus filhos. Sendo o conselho escolar um órgão de representação da comunidade da escola composto por representantes de todos os segmentos e que se constitui em espaço de discussão que pode gerar condições para instaurar processos mais democráticos dentro da escola, (DOURADO, MORAES E OLIVEIRA, s/d) buscamos mobilizar os pais e responsáveis dos alunos da escola a participarem e construírem efetivamente o conselho escolar. Para isso, delineamos como objetivos específicos, identificar o que a comunidade escolar compreende sobre o papel e a importância do conselho escolar; sensibilizar os pais e responsáveis quanto à importância de sua participação nas tomadas de decisões para organização da escola; e estimular a participação dos pais e responsáveis no conselho escolar. Gestão democrática é uma maneira de reger uma unidade escolar visando à participação efetiva de todos os segmentos que compõem a comunidade escolar (pais, professores, funcionários, estudantes) nos processos de tomadas de decisão, e em todos os aspectos de sua organização, de maneira transparente e democrática (DOURADO, MORAES E OLIVEIRA, s/d). Uma verdadeira gestão democrática prioriza a participação e autonomia de todos que integram a comunidade escolar. É preciso que todos sejam ouvidos e estimulados a participar da organização da escola, entendendo que todos são importantes no processo educacional. Entendemos que a concepção de gestão democrática tem caráter descentralizador, mobilizador e coletivo, conforme LUCK apud AGUIAR (2009).

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR,M.C.C. de. Conselho escolar como mecanismo de efetivação da gestão democrática. In: MACHADO, L.; SANTIAGO, E. (Org.) Políticas e gestão da educação básica. Recife: Ed. Universitária da UFPE, 2009.

BARBOSA, E.; CASTILHO, E. P. A.; BRANDÃO, D. C. Estágio curricular obrigatório na gestão escolar: observações, participações e intervenções pedagógicas. In: DESAFIOS ATUAIS PARA A EDUCAÇÃO. Semana da educação, 16º Simpósio de pesquisa e pós-graduação em educação, 6º. P. 353-364.

DOURADO, L. F.; OLIVEIRA, J. F. de; MORAES, K. N. de. Gestão escolar democrática: definições, princípios e mecanismos de implementação. Disponível em: <<http://escoladegestores.mec.gov.br/site/4sala_politica_gestao_escolar/pdf/texto2_1.pdf>>

SILVA, M. T. da; LIMA, M. G. F. de. A pesquisa na mediação do estágio supervisionado em gestão educacional. In: Fórum Internacional de Pedagogia, 4º, Parnaíba, PI. Campina Grande, Realize Editora, 2012. P. 1-14.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Semana  Pedagógica ISSN 2595-1572 (on line)