A REFLEXÃO COMO PRÁTICA CONSTANTE NO COTIDIANO ESCOLAR – Um relato de experiência a partir das vivências na Escola Municipal Draomiro Chaves Aguiar.

Nelson Leão Damasceno Neto

Resumo


Este trabalho é resultado de uma experiência proporcionada pela disciplina de Pesquisa e Prática Pedagógica IV na Escola Municipal Draomiro Chaves Aguiar localizada no bairro de Casa Amarela na Educação de Jovens e Adultos (Módulo III). Este relato de experiência tem por objetivo destacar a importância da reflexão como prática útil no cotidiano escolar, não apenas como um mecanismo de protagonismo do aluno. Mas, sobretudo, da autonomia do discente nas suas relações interpessoais e consequentemente em sua forma de ver o mundo ao seu redor. Centralizando toda a experiência a partir das práticas docentes, ou seja, como a mesma contribui com suas práticas para a promoção da reflexão no contexto escolar e quais as implicações na vida dos alunos a partir da promoção do exercício da reflexão

Texto completo:

PDF

Referências


BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é educação. São Paulo: Brasiliense, Coleção Primeiros Passos, 28 ed., 1993.

LUCKESI, Cipriano Carlos. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez Editora, 1999.

ALARCÃO, Isabel. Professores reflexivos em uma escola reflexiva / Isabel Alarcão – 7. Ed. – São Paulo: Cortez, 2010 – (Coleção questões da nossa época; v.8).

FREIRE,Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa / Paulo Freire. – São Paulo: Paz e Terra,1996. - (Coleção Leitura).


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Semana  Pedagógica ISSN 2595-1572 (on line)