ESCOLA, TER OU NÃO TER – EIS UMA QUESTÃO?: REFLEXÕES SOBRE A PRESENÇA DE ESCOLAS EM TERRITÓRIOS QUILOMBOLAS

Marco Aurélio Acioli Dantas, Alfredo Macedo Gomes

Resumo


O presente trabalho tem como título uma indagação, que aqui lembra a obra “Hamlet” de Shakespeare, porém não parte de um solilóquio, nem tampouco tem como fundamento um antropocentrismo renascentista ou ainda uma reflexão universalista do projeto da modernidade, outrossim funda-se em uma reflexão que parte das experiências coletivas dos movimentos sociais quilombolas e tenta se colocar de maneira crítica à uma visão ora essencialista, ora liberal/civilizadora quanto a presença de escolas em territórios quilombolas. Nesse sentido, esse estudo tem como objetivo analisar as contribuições dos movimentos social negro e quilombola, dos estudos sobre educação para as relações étnico-raciais e da rede conhecida como Modernidade/Colonialidade para ampliar a concepção de educação escolar quilombola. Esse objetivo está dentro de outra pesquisa de doutorado[1]cujo objetivo é analisar a proposta epistemológica da educação escolar quilombola em Pernambuco

[1] A pesquisa está sendo desenvolvida na linha de pesquisa Política Educacional, Planejamento e Gestão da Educação do PPGE na UFPE, sob orientação do Profº Dr. Alfredo Macedo Gomes.


Texto completo:

PDF

Referências


DUSSEL, Enrique. Meditações anticartesianas sobre a origem do antidiscurso filosófico da modernidade. In: SANTOS, Boaventura de Sousa; MENESES, Maria Paula (Orgs.). Epistemologias do sul. São Paulo, SP: Cortez, 2010.

QUIJANO, Aníbal. Colonialidade do poder, eurocentrismo e América Latina. In: LANDER, Edgardo (Org.). A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais. Perspectivas latino-americanas. Colección Sur Sur, CLACSO, Ciudad Autónoma de Buenos Aires, Argentina, 2005.

SANTOS, Maria José dos. Trajetória educacional de mulheres quilombolas no Quilombo das Onze Negras do Cabo de Santo Agostinho-PE. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política, Sociedade, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Pualo, SP, 2012.

SILVA, Givânia Maria da. Educação como processo de luta política: A experiência de “educação diferenciada” do território quilombola de Conceição das Crioulas. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de Brasília, Brasília, DF, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Semana  Pedagógica ISSN 2595-1572 (on line)