HETEROGENEIDADE E ALFABETIZAÇÃO: CONCEPÇÕES E PRÁTICAS

Amanda Carla do Nascimento, Telma Ferraz Leal

Resumo


Este trabalho teve como objetivo analisar aulas de uma docente do ciclo de alfabetização para investigar que estratégias didáticas são utilizadas para lidar com a heterogeneidade em sala de aula no ensino da leitura e da escrita, assim como os recursos didáticos adotados e os modos como medeiam as interações. Tendo como justificativa geral a questão da heterogeneidade e os modos como ela impacta a prática docente. Portanto questiona-se: quais temáticas (diversidade étnica, de orientação sexual, de gênero, de idade, de nível de conhecimento) são eleitas pela professora para o ensino da leitura e da escrita e se questões relativas à diversidade humana e seus impactos sobre a vida social são contempladas. O ponto de partida é a concepção de que a heterogeneidade é constitutiva de qualquer esfera social de interação. Tal fenômeno vem sendo concebido como fator dificultador do processo pedagógico sem haver, de fato, aprofundamento de estudos sobre o tema.

Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa/Portugal: Edições 70, 1977.ENZIN, N. K. e LINCOLN, Y. S. Introdução: a disciplina e a prática da pesquisa qualitativa. In: DENZIN, N. K. e LINCOLN, Y. S. (Orgs.). O planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagens. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2006. p. 15-41. LEAL, Telma Ferraz Leal; SILVA, Eleine Cristina Nascimento; SÁ, Carolina Figueiredo. Heterogeneidade no regime de ciclos e em turmas multisseriadas do campo: reflexões sobre concepções de professores alfabetizadores. In. LEAL, Telma Ferraz; SÁ, Carolina Figueiredo de; SILVA, Elaine Cristina Nascimento da Silva(ORGS). Heterogeneidade, educação e linguagem em contextos do campo e da cidade. Recife: Editora Universitária da UFPE, 2016. 186 p. : 46-62. MOURA, Dayse Cabral. Leitura e identidades étnico-raciais: reflexões sobre práticas discursivas na educação de jovens e adultos. Tese de Doutorado. Pós-Graduação em Educação. Universidade Federal de Pernambuco. Recife: UFPE, 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Semana  Pedagógica ISSN 2595-1572 (on line)