IMPORTÂNCIA DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA NOS PRIMEIROS ANOS DA ESCOLARIZAÇÃO BÁSICA

Amanda Gonçalves Barbosa, Carla Miriely Santos Moreira da Silva, Paula Roberta Paschoal Boulitreau, Tereza Luiza de França

Resumo


Estudar sobre a atuação do(a) professor(a) de Educação Física nas séries inicias da escola básica tem sido uma constante nas diferentes áreas do conhecimento, por se constituir como relevante e de reconhecimento nacional tanto pelo seu caráter educativo quanto pela sua dimensão sócio-cultural. O que exige um olhar sensível e comprometido com o (re)significar do debate sobre a dinâmica das relações em todos os campos e setores educacionais. A Educação Física compreendida como disciplina curricular, tem contribuído para a formação escolar rumo a transformação e libertação. Inserido neste contexto, o trabalho aqui apresentado tem por objetivo analisar o sentido e o significado da Educação Física para a formação integral de crianças na Educação Infantil e no Fundamental I, buscando compreender a perspectiva dos profissionais licenciados de diferentes níveis de ensino, a respeito da importância da intervenção de licenciados em educação física nas séries iniciais da escolarização básica. A problemática surge a partir da necessidade de reflexão sobre a relação entre as intervenções docentes e a formação humana crítico-reflexiva do ensino-aprendizagem, considerando a formação de professores polivalentes e licenciados em Educação Física. Segundo Basei (2008), os primeiros anos da escolarização básica configuram-se como um centro de desenvolvimento integral da criança, através de suas experiências, interações, inserção em meios culturais, educativos e sociais. Nesse contexto, a Educação Física escolar torna-se uma grande aliada no processo de formação humana, visto que ela propicia um leque de experiências, nas quais, as crianças podem criar, descobrir novos movimentos, inventar, reelaborar conceitos, conhecer o seu corpo e seus limites, enfrentar desafios, entre outras situações que visam o desenvolvimento global dos infantis. Sendo assim, espera-se que um profissional com formação na área assuma este papel de ensinar essas práticas. Porém em 2015, a Prefeitura do Recife propôs que um professor polivalente realizasse a função de ensinar estes conteúdos para as séries iniciais do ensino (Ofício Circular nº 122/2015), o que parece absurdo até mesmo para pedagogos, como pode observar no relato de todos os nossos entrevistados

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Lei nº 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 24 dez. 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm. Acesso em: 23 out. 2019.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, LDA, 2009.

BASEI, A.P. A Educação Física na Educação Infantil: a importância do movimentar-se e suas contribuições no desenvolvimento da criança. Revista Iberoamericana de Educación, v. 47, n. 3, p. 1-12, 2008. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=2730353. Acesso em: 09 abr. 2019.

COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do ensino de Educação Física. São Paulo: Cortez, 1992.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Semana  Pedagógica ISSN 2595-1572 (on line)