HABITUS E LIBIDO SOCIAL: revisitando Bourdieu através da psicanálise

Nicole Louise Macedo Teles de Pontes

Resumo


Em seus últimos trabalhos, Pierre Bourdieu reabriu um canal de comunicação há muito excluído de projetos sociológicos sérios, estabelecendo um diálogo direto com teorias da psicologia e da psicanálise naquilo que tenham produzido de mais interessante, explicações no nível micro para o desenvolvimento do indivíduo e a formação de suas potencialidades no mundo social. O exame dos conceitos de habitus e libido e sua interdependência, que será feito aqui, bem como sua relação com o processo de formação do sujeito (tanto na sociologia como na psicanálise), tem como objetivo, portanto, explicitar o movimento de incorporação e transformação do mundo através do indivíduo, incrementando o potencial explicativo da teoria bourdieusiana sobre o mundo social.

Texto completo:

HTML

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427