MULHERES JOVENS, SEXUALIDADE E DUPLA PROTEÇÃO EM UMA COMUNIDADE RURAL DE CARUARU, PERNAMBUCO

Marion Teodósio de Quadros, Karla Galvão Adrião, Maria Julia Carvalho de Melo

Resumo


Esse trabalho é resultado de pesquisa qualitativa relativa à vivência de mulheres jovens, com práticas heterossexuais, de uma comunidade rural de Caruaru - Pernambuco, mediante a reconstrução, identificação e percepção dos roteiros sexuais e dos sistemas que regem a sexualidade das jovens, associando-os à dupla proteção, que significa prevenção das infecções sexualmente transmissíveis/HIV e da gravidez não desejada de forma simultânea, sendo uma prática que implica a concordância e envolvimento de um casal heterossexual. Como metodologia foi utilizado o estudo de trajetórias sexuais e reprodutivas. Buscou-se descrever os roteiros de parcerias sexuais encenados, bem como as práticas eróticas (roteiros eróticos) discursivamente descritas. Dessa forma, identificamos os tipos de parcerias relacionadas, atentando para os cenários sexuais em que estas aconteciam. Buscamos problematizar questões de comportamentos reprodutivo e sexual das jovens, relacionando estes aos marcadores culturais e sociais comunitários, bem como os significados e sentidos que lhes eram atribuídos pelas próprias jovens, e suas implicações em termos de saúde e direitos sexuais e reprodutivos. Foram realizadas entrevistas com cinco jovens com idades de 16 a 21 anos e observações do seu contexto cotidiano na comunidade. As mulheres jovens interlocutoras da pesquisa associavam o cuidado com a contracepção e a prevenção das IST/HIV na relação sexual ao modelo de compromisso assumido; ou seja, quando o encontro entre as jovens e um parceiro se tornava estável, elas paravam de se preocupar com a prevenção às IST/HIV, não utilizando a camisinha devido à confiança, fundamentada no amor romântico e marcada pela crença de fidelidade por parte do parceiro.

Texto completo:

HTML

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427