GEORG LUKÁCS À ÉPOCA DE HISTÓRIA E CONSCIÊNCIA DE CLASSE: a categoria da totalidade e o questionamento das ciências humanas

Gláucia Tinoco

Resumo


O presente artigo busca esboçar a relação estabelecida entre o filósofo marxista húngaro Georg Lukács e sua concepção crítica frente às ciências humanas, especialmente a sociologia. Para uso analítico Lukács recorre à categoria dialética da totalidade. O entendimento de sua perspectiva dar-se-á mediante os momentos de negação, preservação e superação (a Aufhebung) de sua visão de mundo evidenciada ao longo da obra lukacsiana mais conhecida, História e Consciência de Classe, de 1923.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427