AFIRMAÇÃO DA POLÍTICA EM ARENDT E GRAMSCI

Remo Mutzenberg

Resumo


Diante dos desafios analíticos, postos pela natureza plural e fragmentada das sociedades contemporâneas, o artigo focaliza reflexões de dois autores, Hannah Arendt e Antonio Gramsci, em relação à afirmação da ação política. Considera as suas contribuições para o debate atual acerca do espaço público e dos direitos civis, acentuando os processos políticos para a sua constituição. Confronta, assim, a visão da política como feito e ato extraordinário, conforme Arendt, a concepção gramsciana da política como intencionalidade e ato coletivo, situando a construção de uma "vontade coletiva" como possibilidade da constituição de espaços públicos e da luta pelo direito civil.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427